Publicidade

Correio Braziliense

Grupo de piratas ataca embarcação italiana no Golfo do México

A informação foi confirmada nesta terça-feira (12/11) pelo Ministério das Relações Exteriores da Itália


postado em 12/11/2019 15:27 / atualizado em 12/11/2019 15:44

(foto: Reprodução/ Youtube)
(foto: Reprodução/ Youtube)
Um navio de bandeira italiana foi atacado por um grupo de piratas no Golfo do México - confirmaram à AFP fontes do Ministério das Relações Exteriores da Itália, nesta terça-feira (12/11).

"A Unidade de Crise da Chancelaria, juntamente com a embaixada italiana na Cidade do México, segue com máxima atenção o caso da embarcação italiana atacada por piratas no Golfo do México", afirmou uma destas fontes.

Segundo o jornal italiano Huffington Post, um comando de sete a oito piratas atacou ontem o navio "Remas", responsável pelo abastecimento das plataformas de petróleo. Havia cerca de 35 pessoas a bordo.

Dois marinheiros ficaram levemente feridos no ataque, relata o jornal, que entrevistou um dos tripulantes.

"Vi que saía fumaça. Achei que estivesse em um filme (...). Não me dei conta de que eram piratas", contou a pessoa que ajudou o marinheiro ferido com uma bala na perna.

"Tentei parar o sangramento", relatou, ainda abalado.

Um oficial da Marinha Mercante mexicana estava no navio e coordenou a chegada dos primeiros socorros.

O jornal informou ainda que os dois marinheiros feridos desembarcaram no porto da Cidade de Carmen, onde o navio "Remas" foi escoltado por uma unidade naval mexicana.

O navio, de 75 metros de comprimento, construído em 2011, pertence à companhia italiana Micoperi. A empresa opera há 70 anos no setor petroleiro e possui filiais em vários países do Mediterrâneo, da África e da América Central.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade