Publicidade

Correio Braziliense

Colômbia fecha fronteiras com temor de violência durante manifestações

De acordo com a mídia colombiana, a decisão do governo de fechar fronteiras foi tomada diante do temor de violência, após o serviço de inteligência do país detectar a intenção de estrangeiros de se infiltrarem nas manifestações que devem ocorrer pelo país


postado em 20/11/2019 11:26 / atualizado em 20/11/2019 17:52

(foto: Schneyder MENDOZA / AFP)
(foto: Schneyder MENDOZA / AFP)
O governo da Colômbia informou que manterá fechadas todas as fronteiras terrestres e fluviais do país com Brasil, Equador, Venezuela e Peru da madrugada de hoje até as 5 horas (horário local) de sexta-feira, 22 de novembro, para "garantir plena normalidade no desenvolvimento das marchas que serão realizadas nas diferentes regiões do país na quinta-feira, 21 de novembro".

Em comunicado, o Ministério de Migração colombiano informa que, ao se reabrir as fronteiras na sexta-feira, haverá um reforço nas operações, "a fim de evitar congestionamentos de viajantes que se encontram represados no território nacional". Ao todo, 12 pontos de fronteira estão fechados.

De acordo com a mídia colombiana, a decisão do governo de fechar fronteiras foi tomada diante do temor de violência, após o serviço de inteligência do país detectar a intenção de estrangeiros de se infiltrarem nas manifestações que devem ocorrer pelo país. Os colombianos protestam contra reformas empreendidas pelo governo do presidente Iván Duque, entre elas a trabalhista e a previdenciária.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade