Publicidade

Correio Braziliense

Naufrágio deixa 4 migrantes mortos e vários feridos no litoral da Espanha

O barco transportava cerca de 78 pessoas e partiu da praia marroquina de Charrana


postado em 27/11/2019 10:02 / atualizado em 27/11/2019 11:05

Mais de 50 pessoas foram resgatadas com vida após naufrágio(foto: AFP / Lalo R. Villar)
Mais de 50 pessoas foram resgatadas com vida após naufrágio (foto: AFP / Lalo R. Villar)
Quatro migrantes morreram e mais de dez estão desaparecidos depois de tentarem chegar à costa espanhola em um barco inflável, informou o Salvamento Marítimo nesta quarta-feira. 

Alertado por uma ONG, um barco de salvamento resgatou 58 migrantes vivos na terça-feira, incluindo três crianças, no mar de Alboran, cerca de 50km ao norte do enclave espanhol de Melilla, no norte da África. 

Os migrantes resgatados foram levados para Melilla, junto com os corpos de três homens mortos na travessia, disse uma porta-voz do Salvamento Marítimo, um órgão subordinado ao governo espanhol.

Um quarto migrante morreu, no entanto, pouco depois de chegar ao porto de Melilla, acrescentou a porta-voz. 

O barco, que supostamente transportava 78 pessoas, havia deixado a praia marroquina de Charrana, perto de Melilla.

Segundo a porta-voz, isso significa que haveria 16 desaparecidos, que estão sendo procurados. 

A Espanha é atualmente uma das principais portas de entrada para migrantes clandestinos na Europa. 

Mais de 27 mil entraram por via marítima ou terrestre até agora este ano, 50,7% a menos do que no mesmo período de 2018, quando este país se tornou o primeiro portal por via marítima. 

Em 2019, a Grécia é o país que recebeu mais imigrantes irregulares.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade