Publicidade

Correio Braziliense

Irã diz que manterá programa de mísseis e que não viola resoluções da ONU

De acordo com Majid Takht Ravanchi, representante do país na ONU, o programa não viola resoluções da Organização das Nações Unidas


postado em 05/12/2019 18:45 / atualizado em 05/12/2019 18:47

(foto: Saleh Al-OBEIDI / AFP)
(foto: Saleh Al-OBEIDI / AFP)
O governo do Irã afirmou à Organização das Nações Unidas que não recuará de seu programa de mísseis balísticos, ressaltando que ele não viola resoluções da Organização das Nações Unidas. A declaração foi dada pelo embaixador Majid Takht Ravanchi, representante permanente do país persa na ONU, em carta enviada ao secretário-geral da entidade, Antonio Guterres.

O Irã argumenta que seu programa nuclear e de lançamento de veículos ao espaço são necessários para garantir sua segurança e seus interesses socioeconômicos. Teerã ainda criticou a postura dos Estados Unidos "e de certos outros países industrializados", que sob os "pretextos absurdos" de se preocupar com a proliferação, tentam "demonizar tecnologias benignas como a tecnologia especial que são cruciais para o desenvolvimento econômico de todas as nações".

O país foi alvo de sanções dos EUA, que tem prejudicado suas exportações de petróleo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade