Publicidade

Correio Braziliense

'Que meninas vejam seus rostos refletidos no meu', diz Miss Universo 2019

A sul-africana Zozibini Tunzi venceu 89 candidatas e comemorou a coroação exaltando a representatividade negra


postado em 09/12/2019 10:43 / atualizado em 09/12/2019 11:00

Formada em relações públicas, Zozibini Tunzi fez um discurso exaltando a beleza negra (foto: Reprodução/Instagram )
Formada em relações públicas, Zozibini Tunzi fez um discurso exaltando a beleza negra (foto: Reprodução/Instagram )
Zozibini Tunzi, de 26 anos, comemorou o título do Miss Universo 2019 com uma mensagem de exaltação a representatividade negra. Ela venceu 89 candidatas na noite de domingo, (8/12), no concurso de beleza realizado em Atlanta, nos Estados Unidos.

 

"Eu cresci em um mundo onde mulheres como eu, com a minha pele e o meu cabelo, nunca foram consideradas bonitas. Já chegou a hora de parar com isso. Eu quero que as meninas olhem para mim e vejam seus rostos refletidos no meu", respondeu Tunzi ao ser questionada sobre qual seria sua atuação como Miss Universo.


Ver galeria . 6 Fotos Miss Universo/Divulgação
(foto: Miss Universo/Divulgação )
 

 

Zozibini é formada em relações públicas e é a primeira vencedora negra desde 2011, ano em que Leila Lopes, Miss Angola, venceu a edição do concurso realizada no Brasil. A última vez que o país ganhou foi em 2017 com Demi Leigh Nel-Peters. "Que toda garotinha que testemunhou esse momento acredite para sempre no poder de seus sonhos", comentou.

Miss Universo

O segundo lugar do concurso ficou com Madison Anderson, 24 anos, de Porto Rico. Em terceiro ficou a mexicana Sofía Aragón, 25 anos. A brasileira Julia Horta, 25 anos, esteve entre as 20 mais bonitas, mas não foi à rodada final.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade