Publicidade

Correio Braziliense

Angela Merkel promete estreita parceria com Boris Johnson após sua vitória

Merkel parabenizou e disse que deseja cooperar com o Reino Unido por uma "estreita parceria"


postado em 13/12/2019 08:13 / atualizado em 13/12/2019 08:13

Angela Merkel deseja cooperar com o Reino Unido(foto: Kenzo Tribouillard / AFP)
Angela Merkel deseja cooperar com o Reino Unido (foto: Kenzo Tribouillard / AFP)
Angela Merkel parabenizou nesta sexta-feira (13/12) Boris Johnson por sua "clara vitória" nas eleições britânicas e disse que deseja cooperar com o Reino Unido por uma "estreita parceria".

"Estou ansiosa para continuar nossa cooperação pela amizade e uma estreita parceria entre nossos dois países", disse a chanceler alemã em comunicado divulgado por seu porta-voz no Twitter.

"Queremos que a Grã-Bretanha continue sendo um parceiro próximo após o Brexit, tanto no plano econômico quanto no domínio da política estrangeira e de segurança", ressaltou seu ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas.

O ministro afirmou inclusive que os britânicos teriam o direito de retornar ao bloco europeu, se assim o desejarem um dia.

"As portas da UE vão continuar abertas à Grã-Bretanha", assegurou. 

Já uma líder do partido social-democrata alemão, membro da coalizão governamental com os conservadores de Angela Merkel, Katarina Barley, expressou preocupação com o risco de o país entrar em crise após as eleições britânicas.

"Estou muito preocupado com a possibilidade de um aprofundamento da crise no Reino Unido, com os opositores do Brexit sendo particularmente numerosos na Escócia e no País de Gales", disse à rádio pública.

Na Escócia, os nacionalistas do SNP fizeram progressos significativos.

Os resultados publicados até a manhã desta sexta-feira confirmam a tendência das primeiras estimativas: uma maioria esmagadora para os conservadores, que não exerciam tal controle sobre o Parlamento britânico desde Margaret Thatcher.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade