Publicidade

Correio Braziliense

Idosa e filhas soltam ''balões'' e incendeiam zoo, matando 30 macacos

As três admitiram ter soltado cinco lanternas chinesas na noite de ano-novo. Uma delas caiu na gruta dos macacos do Zoo de Krefeld, na Alemanha


postado em 02/01/2020 15:24 / atualizado em 02/01/2020 15:36

O espaço onde os macacos viviam no zoológico ficou totalmente destruído(foto: AFP)
O espaço onde os macacos viviam no zoológico ficou totalmente destruído (foto: AFP)
Uma sexagenária e suas duas filhas admitiram, nesta quinta-feira (2/1), que soltaram as lanternas chinesas (objetos semelhantes aos balões de são-joão) que caíram em um zoológico em Krefeld, na Alemanha, e causaram um incêndio que matou dezenas de macacos. A tragédia aconteceu na noite de ano-novo (veja vídeo abaixo).

A mãe e as filhas compareceram voluntariamente à delegacia e reconheceram que lançaram cinco dessas lanternas, informou a polícia local. Desde 2009, esses objetos são proibidos no estado da Renânia do Norte-Vestfália. "Elas estão arrasadas", disse uma fonte ouvida pela AFP.

Uma das lanternas, compradas on-line, caiu na área reservada aos macacos do zoológico local, causando o incêndio mortal. Morreram 30 macacos de espécies diferentes. Entre eles, havia orangotangos, saguis e chimpanzés.

Prisão e multa

As mulheres que admitiram a culpa afirmaram que não pensaram nas possíveis consequências do gesto. Agora, serão acusadas por incêndio criminoso devido à negligência. Estão sujeitas a uma sentença de prisão de até cinco anos e ao pagamento de uma pesada multa.

O zoológico de Krefeld tem mil animais e recebe cerca de 400 mil visitantes por ano. Após o incidente, recebeu doações e mensagens de solidariedade. O parque deve reabrir nesta sexta-feira (3/1).


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade