Mundo

Pompeo diz que EUA agirá "legalmente" após ameaça de Trump ao Irã

Pompeo se recusou a dar detalhes sobre possíveis alvos, mas disse que Trump "nunca se esquivará de proteger os Estados Unidos"

Agência France-Presse
postado em 05/01/2020 14:16

O chefe da diplomacia dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse neste domingo que qualquer ação militar de Washington contra o Irã estará de acordo com a lei internacional, depois que o presidente Donald Trump ameaçou atacar alvos iranianos, incluindo locais históricos.

;Agiremos legalmente e dentro do sistema;, afirmou Pompeo à rede ABC. ;Sempre o fizemos e sempre o faremos;.

Trump foi acusado de ameaçar com um crime de guerra depois de tuitar que locais ;importantes para a cultura iraniana; estavam em uma lista de 52 possíveis alvos dos EUA se o regime de Teerã mantivesse sua promessa de vingar o assassinato do comandante Soleimani.

Pompeo se recusou a dar detalhes sobre possíveis alvos, mas disse que Trump ;nunca se esquivará de proteger os Estados Unidos;.

;O povo americano deve saber que todo alvo que atacaremos será um alvo legal e com uma missão única: de proteger e defender os Estados Unidos;.

A ameaça de Trump na noite de sábado provocou acusações generalizadas de opositores democratas de que violaria a Convenção de Genebra, que estabelece que qualquer ataque a locais culturais constitui um crime de guerra.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohamad Javad Zarif, também tuitou que ;atacar locais culturais é um crime de guerra;.

Pompeo afirmou que há uma ;probabilidade real; de o Irã tentar atacar as tropas americanas, depois do bombardeio orquestrado por Washington.

;Achamos que há uma probabilidade real de o Irã cometer um erro e tomar a decisão de atacar algumas de nossas forças militares no Iraque ou solados no nordeste da Síria;, afirmou Pompeo à Fox News neste domingo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação