Publicidade

Correio Braziliense

Harry e Meghan se afastam da realeza e querem independência financeira

Harry atualmente é o sexto na linha sucessória ao trono, mas já mostrava sinais de afastamento da família real


postado em 08/01/2020 16:36 / atualizado em 08/01/2020 17:41

(foto: Dominic Lipinski/Pool/AFP)
(foto: Dominic Lipinski/Pool/AFP)
O duque e a duquesa de Sussex, Harry e Meghan, anunciaram, nesta quarta-feira (8/1), que vão se afastar das principais funções como integrantes da família real. Agora, os pais de Archie dividirão o tempo entre o Reino Unido e a América do Norte — origem de Meghan Markle. O objetivo do casal é "trabalhar para atingir a independência financeira", já que, dentro da estrutura atual da realeza, eles não podem trabalhar.

 

Ainda de acordo com o comunicado, Harry e Meghan querem "carvar um papel novo e progressivo dentro dessa instituição". O duque e a duquesa ressaltaram que pretendem continuar apoiando "totalmente" a rainha, avó de Harry. A decisão foi tomada após meses de reflexão, segundo a página do casal no Instagram. 

 

Outro motivo para a mudança seria criar o filho do casal — Archie Harrison Mountbatten-Widsor, que nasceu em maio de 2019 — com um equilíbrio entre os deveres da família real e mais privacidade. Harry e Meghan prometerem, ainda, lançar uma nova entidade de caridade no futuro. 

 

 

 

Harry atualmente é o sexto na linha sucessória ao trono, depois do pai Charles, o irmão William e os três sobrinhos. 

 

Em resposta ao anúncio, o Palácio de Buckingham (casa da família real de Windsor), também divulgou um comunicado: "As discussões com o Duque e a Duquesa de Windsor ainda estão em estágio inicial. Nós entendemos o desejo deles de adotar uma abordagem diferente, mas essas são questões complicadas com resoluções demoradas". 

Repercussão 

 

O anúncio não surpreendeu quem acompanha a família real inglesa. No fim de 2019, Meghan participou de um documentário no qual revelou suas dificuldades com a maternidade devido a invasões da imprensa e do público. Em outubro, a duquesa entrou na Justiça contra um tabloide britânico, alegando que o jornal publicou de modo ilícito uma correspondência particular. Pouco depois, Harry admitiu que ele e William estão em "caminhos diferentes".

 

No Natal, a rainha Elizabeth II divulgou um tradicional vídeo com mensagem de fim de ano. Na mesa da matriarca, vários porta-retratos mostravam os membros da família real — menos Harry, Meghan e Archie. 

 

O assunto virou um dos mais comentados na internet e ocupou o topo dos Trending Topics do Twitter. Muitos internautas aproveitaram a situação para fazer piada, principalmente com a série The Crown (Netflix), que retrata a vida da família real, e com o fato de Meghan Markle ter sido atriz durante muitos anos antes de se casar com Harry.

 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade