Publicidade

Correio Braziliense

Tempestade Glória deixa 7 mortos na Espanha

Desde domingo, o leste da Espanha é atingido por chuvas e neve abundantes, rajadas de vento de cerca de 100km/h e ondas acima de 10 metros


postado em 22/01/2020 22:08

Chefe de governo, Pedro Sánchez, visitará na quinta-feira as áreas mais afetadas (foto: RAYMOND ROIG/AFP)
Chefe de governo, Pedro Sánchez, visitará na quinta-feira as áreas mais afetadas (foto: RAYMOND ROIG/AFP)
A tempestade Glória fez mais uma vítima na Espanha, elevando para sete os mortos em quatro dias de chuvas, ventos e ondas, que também deixaram quatro pessoas desaparecidas no leste do país. 

 

A última vítima foi um homem que caiu no mar no porto de Palamós (Catalunha), informaram na noite desta quarta-feira os serviços de emergência regionais.

 

Outras duas vítimas foram encontradas em Almeria (Andaluzia). Um agricultor de 77 anos que morreu no desabamento de uma estufa atingida por granizo, e um morador de rua vítima de hipotermia.

 

Mais cedo, uma porta-voz da Guarda Civil de Alicante (sudeste) anunciou à AFP a descoberta de um corpo em uma área inundada e onde um homem de 67 anos desapareceu desde segunda-feira, quando seu carro foi arrastado por uma enchente. 

 

Na mesma província, uma mulher morreu no desabamento de seu prédio. 

 

Desde domingo, o leste da Espanha é atingido por esta tempestade, com chuvas e neve abundantes, rajadas de vento de cerca de 100 quilômetros por hora e ondas acima de dez metros. 

 

As três primeiras vítimas foram registradas entre domingo e segunda-feira: duas por hipotermia e outra quando atingidas por tijolos que cederam por causa do peso da neve. 

 

O número de vítimas pode ser maior porque há quatro pessoas desaparecidas, disseram autoridades de emergência locais.

 

Na terça-feira, três pessoas desapareceram na Catalunha e nas Ilhas Baleares, onde foram registradas ondas de mais de 13 metros.

 

Na segunda-feira, um espanhol de 27 anos desapareceu quando fazia rapel na ilha de Mallorca.

 

O chefe de governo, Pedro Sánchez, visitará na quinta-feira as áreas mais afetadas na Catalunha e Baleares. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade