Publicidade

Correio Braziliense

Mais de 40 milhões de chineses foram confinados em 13 cidades por epidemia

Isolamento faz parte do conjunto de medidas para tentar reduzir o contágio do vírus que se espalha por contato humano


postado em 24/01/2020 08:05 / atualizado em 24/01/2020 08:09

No dia 24 de janeiro as autoridades chinesas expandiram rapidamente um gigantesco esforço de quarentena com o objetivo de diminuir o alcance do contágio mortal em 13 cidades e a um número impressionante de 41 milhões de pessoas, quando moradores nervosos foram checados por febres e o número de mortos subiu para 26.(foto: NICOLAS ASFOURI / AFP)
No dia 24 de janeiro as autoridades chinesas expandiram rapidamente um gigantesco esforço de quarentena com o objetivo de diminuir o alcance do contágio mortal em 13 cidades e a um número impressionante de 41 milhões de pessoas, quando moradores nervosos foram checados por febres e o número de mortos subiu para 26. (foto: NICOLAS ASFOURI / AFP)
Mais de 40 milhões de chineses foram isolados em suas cidades, nesta sexta-feira (24/1), depois da imposição de restrições de transporte em outras quatro localidades para evitar a propagação do coronavírus, que já matou 26 pessoas e contaminou outras 800 no gigante asiático.

Ao todo, 13 prefeituras adotaram medidas de confinamento na região de Wuhan (centro), a metrópole de 11 milhões de habitantes, onde se detectou o vírus em dezembro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade