Publicidade

Correio Braziliense

Sobe para 22 número de mortos por terremoto no leste da Turquia

O Serviço Geológico americano relatou uma magnitude de 6,8, e localizou o epicentro a 10 quilômetros de profundidade


postado em 25/01/2020 14:41

(foto: AFP / BULENT KILIC)
(foto: AFP / BULENT KILIC)

Pelo menos 21 pessoas morreram em um terremoto de magnitude 6,8 que abalou na sexta-feira (24/1) o leste da Turquia, onde as equipes de resgate retiraram neste sábado (25) os primeiros sobreviventes dos escombros.

Usando retroescavadoras, serras elétricas e as mãos, as equipes de resgate conseguiram retirar dos escombros com vida 41 pessoas, como resultado do terremoto que atingiu o distrito de Sivrice, na província de Elazig, às 20h55 do horário local (às 17h55, no horário de Brasília) segundo a agência turca de emergências e desastres (AFAD). 

O Serviço Geológico americano relatou uma magnitude de 6,8, e localizou o epicentro a 10 quilômetros de profundidade.

Entre os resgatados está uma mulher grávida que passou cerca de 12 horas presa entre ferragens, segundo a agência de notícia Anatolia.

Um correspondente da AFP no local viu uma equipe de socorristas retirar um ferido dos escombros de um prédio de cinco andares que desabou em Elazig.

Em meio ao frio, alguns moradores acenderam fogueiras na rua durante a noite.

"Foi horrível, as coisas caíam sobre nós. Saímos correndo" explicou à AFP Melahat Can, 47 anos, morador da cidade de Elazig.

O presidente turco, Recep Tayyp Erdogan, anunciou que está tomando "todas as medidas necessárias" para prestar apoio às áreas afetadas e que enviou ministros a esses locais. 

"Com todas as nossas instituições, principalmente a AFAD e o Crescente Vermelho, estamos ao lado do nosso povo", indicou Erdogan em mensagem postada no Twitter. 

Segundo o governo turco, aproximadamente dois mil resgatistas foram enviados às províncias de Elazig e Malatya, que também foram afetadas pelo sismo. Ginásios, escolas e bibliotecas abriram suas portas para receber os desabrigados por causa do desastre.  

De sua parte, o ministro turco do Interior, Suleyman Soylu, declarou à agência Anatólia que espera que "não haja mais vítimas". 

"Sivrice foi sacudido muito seriamente. Enviamos nossas equipes de resgate à região", informou Solu, aos jornalistas.

A televisão turca divulgou imagens dos habitantes deixando seus prédios, um imóvel pegando fogo e socorristas buscando possíveis sobreviventes nos escombros.

Ao menos 22 pessoas morreram, e outras 1.030 pessoas ficaram feridas, de acordo com o último balanço da AFAD.

"Enviamos quatro equipes para a região", informou à AFP Recep Salci, da Associação turca de resgate e socorro (AKUT). "Fomos informados que prédios desabaram e estamos nos preparando para enviar outras equipes, se necessário". 

A Turquia está sobre várias falhas geológicas e sofre com terremotos frequentes.

Em 1999, um terremoto de magnitude 7,4 sacudiu o noroeste do país, causando mais de 17 mil mortos, mil deles em Istambul.

O último grande tremor registrado na Turquia ocorreu em 2011, na província de Van, deixando 600 mortos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade