Mundo

Tempestade Ciara deixa três mortos e vários feridos na Europa

A tempestade já é considerada a mais forte do século por jornais britânicos. Centenas de voos foram cancelados em toda Europa

Agência France-Presse
postado em 10/02/2020 11:48
Algumas partes do Reino Unido receberam o equivalente a um mês e meio de chuva em 24 horas.A tempestade Ciara continua ativa nesta segunda-feira (10/2) na Europa, onde deixou três mortos feriu várias pessoas e forçou o cancelamento de voos e trens, deixando milhares de casas sem eletricidade.

Um homem morreu em seu veículo no domingo à tarde na queda de uma árvore em uma estrada no sudeste de Londres, segundo a polícia. Na Polônia, uma mulher e sua filha morreram atingidas por um telhado arrancado pelo vento, que registrou rajadas de 100 km/h.

Duas mulheres também ficaram gravemente feridas em Saarbrücken (Alemanha) na queda de uma árvore, e uma delas estava à beira da morte, informou a polícia. Um adolescente de 16 anos foi ferido na cabeça em Paderborn (oeste) por um galho de árvore.

No transporte, as grandes linhas ferroviárias, interrompidas no domingo à noite (9/2) em toda Alemanha, permaneceram cortadas até por volta das 9h GMT (6h de Brasília), de acordo com o operador ferroviário Deutsche Bahn. Estão previstas perturbações ao longo do dia, enquanto a tempestade se move para o sul do país.

Em Frankfurt, um guindaste atingiu o teto da catedral que passa por reformas, relatou a polícia, que não soube determinar os danos provocados pelo acidente.

Na República Tcheca, onde o vento atingiu 180 quilômetros por hora, um homem foi ferido pela queda de uma árvore em seu carro no sul do país.

A "tempestade do século" ocupava as capas de muitos jornais britânicos. "Em termos de territórios afetados, é provavelmente a maior tempestade do século", comparável apenas à de 2013, disse Helen Roberts, do órgão de meteorologia britânico Met.

No Reino Unido, 180 alertas de inundação continuam vigentes nesta segunda-feira. Em alguns pontos, são esperados ventos gelados e neve, mas a parte mais intensa da tempestade já passou.

"A tempestade Ciara se afasta, mas isso não significa que entraremos em um período em que o tempo será mais ameno", disse Alex Burkill, do Met.

"Pode haver até 20 centímetros de neve nestas segunda e terça-feiras, com ventos fortes. O risco de tempestades de neve não pode ser excluído", acrescentou.

No domingo, algumas partes do Reino Unido receberam o equivalente a um mês e meio de chuva em 24 horas.

Na França, a tempestade deixou cerca de 130.000 casas no norte do país sem eletricidade, segundo a fornecedora Enedis. Na região de Paris, a queda de árvores nas estradas afetou o tráfego de trens regionais.

Centenas de voos foram cancelados em toda Europa.

Na Holanda, 220 voos de, ou para, Amsterdã-Schiphol, o terceiro maior aeroporto da Europa, foram cancelados nesta segunda-feira.

A força de Ciara fez pelo menos três voos da linha entre Nova York e Londres com vento de cauda concluírem a viagem em menos de cinco horas. Um recorde para aeronaves normais desde que o lendário Concorde o fez em cerca de três horas.

A tempestade causou congestionamentos em mais de 600 quilômetros nas estradas holandesas durante as horas mais movimentadas da manhã desta segunda-feira.

Em Luxemburgo, os alunos das escolas de Ensino Médio e Fundamental não tiveram aula hoje, devido ao mau tempo.

Na Noruega, a tempestade, chamada de Elsa nesse país, pode causar grandes inundações esta semana, especialmente no sudoeste.

No litoral norueguês, o nível do mar pode subir até um metro acima do nível normal, com recordes esperados em alguns pontos, segundo o serviço de meteorologia da Noruega.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação