Mundo

Morre Katherine Johnson, matemática negra responsável por missão Apollo 11

O falecimento da cientista espacial de 101 anos foi confirmado pela NASA

Agência France-Presse
postado em 24/02/2020 14:55
A história de Katherine Johnson foi retratada no filme ''Estrelas Além do Tempo'', de 2016Katherine Johnson, matemática pioneira da NASA cuja vida foi retratada no filme "Estrelas Além do Tempo" faleceu nesta segunda-feira (24/2) aos 101 anos, segundo comunicado da agência espacial.

Os cálculos de Johnson ajudaram a levar o primeiro homem à Lua em 1969, embora ela fosse pouco conhecida até o longa indicado ao Oscar em 2017 contar a sua história e de outras duas cientistas negras que trabalhavam para a NASA.

"Ela era uma heroína americana e o seu principal legado nunca será esquecido", disse Jim Bridenstine, gerente-geral da agência espacial, elogiando "sua coragem e o marco que não teríamos conseguido chegar sem ela".

Johnson e uma colega foram as primeiras a calcular os parâmetros do voo suborbital, em 1961, do astronauta Alan Shepard, o primeiro americano a chegar ao espaço. Os seus talentos matemáticos foram essenciais para determinar a trajetória do voo Apollo 11, que levou Neil Armstrong e Buzz Aldrin à lua em 1969.

Em 2015, o ex-presidente americano Barack Obama entregou a Johnson a Medalha Presidencial da Liberdade, o prêmio da maior honraria civil nos EUA. Dois anos depois, Johnson - aos 98 anos - participou da cerimônia do Oscar, em 2017, quando o longa foi indicado ao prêmio, e ao subir ao palco foi enormemente aplaudida.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação