Mundo

Pedidos semanais de seguro-desemprego disparam nos EUA por coronavírus

O maior número anterior de pedidos semanais de subsídio por desemprego foi de 695.000 em outubro de 1982

Agência France-Presse
postado em 26/03/2020 10:00
O maior número anterior de pedidos semanais de subsídio por desemprego foi de 695.000 em outubro de 1982Washington, Estados Unidos - A pandemia de coronavírus fez disparar o número de pedidos semanais de seguro-desemprego nos Estados Unidos, com um aumento de três milhões, um recorde histórico, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Cerca de 3,3 milhões de pessoas solicitaram o benefício durante a semana que terminou em 21 de março, mais de três milhões a mais que na semana anterior, quando alcançaram 282.000 novos pedidos.

O maior número anterior de pedidos semanais de subsídio por desemprego foi de 695.000 em outubro de 1982.
O aumento exponencial da semana passada acontece durante a crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus, que obrigou o fechamento de restaurantes, lojas e hotéis, assim como uma paralisação das companhias aéreas.

Praticamente todos os estados citaram a Covid-19 como causa do crescimento nos pedidos do seguro-desemprego, com fortes impactos nos serviços de alimentos, alojamento, entretenimento e recreação, atendimento médica e transporte.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação