Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo: Cães são treinados para detectar pessoas infectadas com coronavírus

A associação, que já treinou cães para detectar doenças como câncer, parkinson e infecções bacterianas, assegura que o mesmo procedimento será usado para ensinar os animais a identificar a Covid-19


postado em 30/03/2020 17:18 / atualizado em 30/03/2020 17:21

(foto: Carl Court/AFP)
(foto: Carl Court/AFP)
Um grupo de pesquisadores britânicos, com a ajuda de uma ONG especializada, vai tentar treinar cães para detectar pessoas com a Covid-19 e, assim, ajudar a conter a propagação da doença.

A ONG Medical Detection Dogs explicou que está trabalhando com a Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres e a Universidade de Durham neste projeto.

Estes três organismos "começaram os preparativos para treinar intensivamente cães para que estejam prontos no prazo de seis semanas para proporcionar um diagnóstico rápido e não invasivo", afirmou em um comunicado.

Também entraram em contato com o governo para explicar como estes animais poderiam ser valiosos aliados na luta contra a pandemia.



A associação, que já treinou cães para detectar doenças como câncer, parkinson e infecções bacterianas, assegura que o mesmo procedimento será usado para ensinar os animais a identificar a Covid-19.

Para isso, farão os cães farejarem amostras e os ensinarão a sinalizar quando tiverem encontrado o vírus.Os cachorros são capazes de detectar também mudanças sutis na temperatura da pele e poderiam potencialmente indicar se alguém está com febre.

Uma vez treinados, seria possível usar os animais para assinalar os viajantes infectados com o vírus em sua chegada ao país ou poderiam se deslocar em outros espaços públicos.

"Estamos convencidos de que os cães podem detectar a Covid-19. Agora estamos investigando como podemos captar de forma segura o odor do vírus nos pacientes", explica a doutora Claire Guest, diretora executiva e cofundadora da Medical Detection Dogs, citada no comunicado.

"O objetivo é que os cães possam examinar qualquer um, inclusive quem não tem sintomas, e nos digam se precisam ser submetidos a um teste", acrescenta.

Segundo o professor Steve Lindsay, da Universidade de Durham, "se a investigação tiver sucesso, poderíamos usar cães para detectar a Covid-19 nos aeroportos no final da pandemia". "Isso ajudaria a evitar que a doença reaparecesse depois que o surto atual tiver sido controlado".
 

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:
Febre
Tosse
Falta de ar e dificuldade para respirar
Problemas gástricos
Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:
Pneumonia
Síndrome respiratória aguda severa
Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade