Publicidade

Correio Braziliense

Empresas criam consórcio para fabricar 10 mil respiradores na França

Respiradores produzidos para tratamento do COVID-19 devem chegar a hospitais franceses até maio


postado em 31/03/2020 10:14

Uma cama de hospital e um respirador.(foto: Stefan Rousseau / POOL / AFP)
Uma cama de hospital e um respirador. (foto: Stefan Rousseau / POOL / AFP)
Grandes empresas criaram um consórcio para fabricar até meados de maio 10 mil respiradores para os hospitais franceses saturados com pacientes em estado grave do novo coronavírus, anunciou nesta terça-feira o presidente da França, Emmanuel Macron. 

O consórcio, liderado pela Air Liquide, é integrado pela empresa de produtos elétricos Schneider Electric, pela fabricante de equipamentos para automóveis Valéo e a montadora PSA, indicou Macron durante uma visita a uma fábrica que produz máscaras de proteção no oeste da França.

O consórcio fabricará respiradores de alta potência, 8.500 modelos Osiris e 1.500 modelos T60, ambos já produzidos pela Air Liquide.

Os respiradores serão fabricados em uma unidade da Air Liquide Medical Systems e uma da PSA, ambas na região de Paris.

A França superou na segunda-feira a marca de 3 mil mortes provocadas pelo coronavírus, de acordo com o balanço oficial.

Atualmente, quase 21 mil pessoas estão hospitalizadas na França por coronavírus e nas últimas horas o país registrou um aumento dos casos que precisam de assistência respiratória.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade