Mundo

Federação argentina lembra Maradona contra coronavírus: 'Cuidem das mãos'

Vídeo que tem feito sucesso nas redes ainda diz que o país trocaria as duas Copas do Mundo que conquistou por uma vitória na batalha contra a Covid-19

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 31/03/2020 12:44
 (foto: Reprodução/Facebook/AFA)
(foto: Reprodução/Facebook/AFA)
'La mano de Dios': icônico gol de Maradona foi lembrado na campanhaA Associação Argentina de Futebol (AFA) produziu uma campanha pedindo que a população fique em casa e dando orientações para o combate ao novo coronavírus. No vídeo, que tem mais de 740 mil visualizações apenas no Twitter, a federação afirma que o país trocaria as duas Copas do Mundo que conquistou pela vitória na batalha contra a Covid-19, e usa imagens de um gol de Maradona no Mundial de 1986 para reforçar a importância de lavar as mãos.

"Ninguém é campeão sozinho. Nem Diego (Maradona) em 86, que, sem o gol de Burru (Jorge Burruchaga) na final não teria levantado a Copa. (Mario) Kempes tinha (Ubaldo) Fillol e a Argentina tem você e precisa de você para ganhar. Hoje, teremos a partida mais difícil da nossa história", diz o vídeo.

Na gravação, o narrador afirma que a dificuldade em combater o vírus vem de que, até hoje, "os argentinos não sabiam o que significava sentir saudade". A publicação também faz uma metáfora futebolística para lembrar a difícil situação enfrentada por Itália e Espanha: "Nunca passou pelas nossas cabeças que duas potências perderiam a partida antes de nós".

[SAIBAMAIS]Para reforçar a importância de lavar as mãos, a AFA resgatou uma imagem do icônico gol de Maradona nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986, contra a Inglaterra. "Toquem, mas cuidem das mãos", orienta. "Ainda que pareça que o rival não exista, ele é perigosíssimo na hora de atacar. Você não daria as duas Copas que temos para ganhar esta?", acrescenta o vídeo, ainda referindo-se aos Mundiais de futebol.

Por fim, a AFA alerta que esta "partida" só pode ser vencida "jogando em equipe": "Porque neste país há uma força que é mais forte que qualquer pandemia. A de voltarmos a nos encontrar. No campo ou em qualquer outro lugar".

;A primavera não sabia;

Outro vídeo que tem sido largamente compartilhado nas redes sociais traz uma mensagem de esperança, falando de como a natureza segue seu curso apesar da pandemia.

Uma voz em português de Portugal narra um poema atruibuído a Irene Vella que diz que "a primavera não sabia". "Era março de 2020. As ruas estavam vazias, as lojas fechadas, as pessoas não podiam mais sair. Mas a primavera não sabia e as flores começavam a florir, o Sol brilhava, os pássaros cantavam, as andorinhas não tardariam a chegar, o céu estava azul e a manhã chegava mais cedo", elenca a mensagem, que é acompanhada de imagens do país europeu.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação