Mundo

Curtas

postado em 02/04/2020 04:05
Mensagem do príncipe
Em isolamento depois de testar positivo para o novo coronavírus, o príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, enviou uma mensagem aos súditos da família real. ;Após contrair recentemente este coronavírus, por sorte com sintomas relativamente leves, agora me encontro do outro lado da doença, mas ainda não menos em um estado de distância social e de isolamento;, declarou. Ele classificou a infecção pela Covid-19 como uma ;experiência estranha, frustrante e aflitiva;. Também disse pensar nas pessoas que perderam familiares para a pandemia.

Criatividade como arma
Na batalha contra a Covid-19, a polícia indiana lançou mão da criatividade para conscientizar a população. No vilarejo de Peapally Mandal, no distrito de Kurnool, parte do estado de Andhra Pradesh, um policial cobriu o próprio cavalo com pintura alusiva ao novo coronavírus. As armas para assegurar a quarentena incluem capacetes com formato do microorganismo e bastões usados para golpear aqueles que insistem em desrespeitar o isolamento social. A Índia cumpre uma quarentena completa de 21 dias, imposta em 24 de março passado pelo primeiro-ministro Narendra Modi. O país anunciou as duas primeiras mortes pela Covid-19.

Em Cuba, ;exército; nas ruas
;Quanto pessoas moram aqui? Você teve contato com estrangeiros? Conhece as regras de higiene a seguir?; De casa em casa, 28 mil estudantes cubanos de medicina repetem essas perguntas, incansavelmente, em busca de possíveis casos de coronavírus. As camisas brancas os distinguem do restante da população. Com 186 casos de Covid-19 e seis mortes, Cuba deposita as esperanças na rede médica, acima da média mundial, para deter a doença. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a ilha possui 82 médicos para cada 10 mil habitantes, em comparação com 32 na França e 26 nos EUA.

A ordem de Duterte: ;matar;
O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, decidiu radicalizar. Alertou que ordenará a polícia e o Exército a matar quem ;criar problema; durante o confinamento de um mês imposto na Ilha de Luzon. Segundo o governo, a medida visa desacelerar a transmissão do novo coronavírus. ;Não prejudiquem os funcionários da saúde, os médicos. (;) Minha ordem à polícia e ao Exército, se alguém criar problema, e suas vidas estiverem em perigo: mate-o;, disse Duterte.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação