Publicidade

Correio Braziliense

Graças ao confinamento, casal de pandas acasala em Hong Kong

A reprodução dos pandas é especialmente difícil e depois de uma década de indiferença os dois pandas acasalaram após à suspensão de visitas públicas ao parque temático


postado em 07/04/2020 12:02

(foto: STR / AFP)
(foto: STR / AFP)
Trancados, sem visitantes e com pouco a fazer, dois pandas de um parque temático de Hong Kong finalmente decidiram acasalar, depois de quase uma década de indiferença mútua e tentativas fracassadas de reprodução.

Como metade do planeta, a fêmea Ying Ying e o macho Le Le estão sozinhos em confinamento desde que a pandemia de coronavírus levou à suspensão de visitas públicas ao parque temático da ex-colônia britânica.

"Desde que Ying Ying e Le Le chegaram a Hong Kong em 2007, e após tentativa de acasalamento natural desde 2010, nenhum resultado foi alcançado até este ano, apesar de um longo tempo de aprendizado", disse Michael Boos, gerente do Ocean Park.

O parque divulgou fotos do casal se abraçando e em uma posição inequívoca de acasalamento, desta vez longe dos olhos e das câmeras dos visitantes.

A reprodução dos pandas é especialmente difícil, principalmente quando estão em cativeiro.

Mas este ano os veterinários começaram a ter esperanças quando Ying Ying e Le Le finalmente começaram a mostrar interesse mútuo ao final da curta temporada de cio.

"Desde o final de março, Ying Ying começou a brincar mais na água, enquanto Le Le marcava território com sinais olfativos em torno de seu habitat e procurava as áreas onde Ying Ying deixava as suas", explica o parque.

"Esse comportamento é típico da temporada de cio, que ocorre todos os anos de março a maio", acrescenta.

Os especialistas agora precisam determinar se Ying Ying mostra sinais de gravidez.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade