Publicidade

Correio Braziliense

Diretor-geral da OMS responde Trump e pede que 'não politize o vírus'

Ele também pediu a Washington e Pequim que ''juntem forças para combater esse inimigo perigoso''


postado em 08/04/2020 13:55

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu nesta quarta-feira (8/4) ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para "não politizar o vírus", referindo-se às críticas do americano sobre a relação entre a organização e o governo chinês.

Ele também pediu a Washington e Pequim que "juntem forças para combater esse inimigo perigoso", referindo-se à pandemia de Covid-19.

Trump acusou nos últimos dias que a OMS "parece ser muito tendenciosa em relação à China", depois de lembrar que, no início da pandemia de coronavírus, a organização apontou que proibir viagens ao gigante asiático, epicentro do surto viral, não era aconselhável.

"Isso não está certo", disse Trump, lembrando que uma de suas primeiras medidas, em janeiro, foi proibir voos da China.

"A OMS realmente errou", escreveu ele. "Por alguma razão, é amplamente financiada pelos Estados Unidos, mas muito focada na China. Vamos dar uma olhada mais de perto", acrescentou. 

"Não devemos perder tempo culpando os outros", disse Tedros em uma conferência de imprensa virtual em Genebra. "É como brincar com fogo", ressaltou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade