Mundo

Chile anuncia segundo pacote econômico de medidas por coronavírus

As medidas se somam ao programa de estímulo econômico de US$ 11,75 bilhões, equivalente a 4,7% do PIB chileno, anunciado há duas semanas e que inclui, entre outras medidas, uma lei para proteger a renda do trabalho e suspender ou reprogramar o pagamento de alguns impostos

Agência France-Presse
postado em 08/04/2020 15:26
 (foto: MARTIN BERNETTI / AFP)
(foto: MARTIN BERNETTI / AFP)
As medidas se somam ao programa de estímulo econômico de US$ 11,75 bilhões, equivalente a 4,7% do PIB chileno, anunciado há duas semanas e que inclui, entre outras medidas, uma lei para proteger a renda do trabalho e suspender ou reprogramar o pagamento de alguns impostosO Chile anunciou nesta quarta-feira um segundo pacote econômico para enfrentar a pandemia de coronavírus, com um fundo de US$ 2 bilhões para as famílias mais pobres e uma linha de crédito para empresas com garantia estatal de US$ 24 bilhões.

As medidas se somam ao programa de estímulo econômico de US$ 11,75 bilhões, equivalente a 4,7% do PIB chileno, anunciado há duas semanas e que inclui, entre outras medidas, uma lei para proteger a renda do trabalho e suspender ou reprogramar o pagamento de alguns impostos.

[SAIBAMAIS]O plano anunciado nesta quarta-feira pelo presidente Sebastián Piñera inclui a criação de um fundo de US$ 2 bilhões, destinado a "proporcionar maiores benefícios e criar mais empregos para as pessoas e famílias mais vulneráveis", beneficiando quase 2,6 milhões trabalhadores informais sem acesso ao seguro-desemprego.

A segunda parte do programa consiste no estabelecimento de uma linha de crédito com garantia estatal de US$ 24 bilhões - vinte vezes o crédito atualmente disponível pelo governo - para micro, pequenas e médias empresas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação