Mundo

Cinco anos para reconstruir a Notre-Dame

postado em 16/04/2020 04:15
O monsenhor Patrick Chauvet caminha com fiéis perto da catedral

Passado um ano do incêndio que destruiu parcialmente a Notre-Dame de Paris, o presidente da França, Emmanuel Macron, reafirmou, ontem, que investirá para reformar a catedral até 2024. ;Reconstruiremos Notre-Dame em cinco anos. Eu prometi. Faremos todo o possível para que possamos cumprir este prazo;, disse Macron, em um vídeo publicado na página on-line da presidência.

Atualmente, as obras estão suspensas, em decorrência da pandemia de Covid-19. O presidente, entretanto, assegurou que os trabalhos serão retomados assim que houver condições. ;Temos de estabelecer metas ambiciosas, nos mobilizarmos para alcançá-los e estar à altura das grandes construções que fizeram nossa história;, assinalou Macron.

O ministro da Cultura, Franck Riester, destacou, em entrevista à agência de notícias France Presse, o ;heroísmo; do pessoal sanitário e dos bombeiros na noite de 15 de abril de 2019. ;Para nós, no momento que atravessamos, é uma mensagem de esperança incrível. A promessa de reconstrução coletiva;, declarou.

Na avaliação do defensor do patrimônio e apresentador de televisão Stéphane Bern, ;é preciso salvar Notre-Dame e o patrimônio, porque isso vai nos dar esperança para salvar o país;. Para Christophe Rousselot, à frente da Fundação Notre-Dame, que arrecadou as maiores doações, paciência e determinação são as palavras-chave para a reconstrução da catedral.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação