Mundo

Dinamarca proíbe reuniões com mais de 500 pessoas até setembro

No início de abril, o governo dinamarquês tinha proibido totalmente que ocorressem eventos públicos durante o verão em seu país

Agência France-Presse
postado em 21/04/2020 14:53
No início de abril, o governo dinamarquês tinha proibido totalmente que ocorressem eventos públicos durante o verão em seu paísCopenhaga, Dinamarca - A Dinamarca, que está aumentando progressivamente as restrições relacionadas à luta contra o novo coronavírus, anunciou nesta terça-feira (21) que não autorizará nenhuma aglomeração com mais de 500 pessoas antes de 1; de setembro. No início de abril, o governo dinamarquês tinha proibido totalmente que ocorressem eventos públicos durante o verão em seu país.

[SAIBAMAIS]"Podemos comprovar que os grandes eventos podem ser vetores do que se conhece como uma ;super contaminação; e é por isso que podemos dizer que em nenhum caso, durante o verão, poderão ocorrer aglomerações de mais de 500 pessoas. Avisamos para que ninguém organize esses eventos", explicou a primeira-ministra, Mette Frederiksen.

Ao mesmo tempo, a Dinamarca tem em vigor um decreto governamental que proíbe reuniões com mais de 10 pessoas, até o próximo 10 de maio. "Não podemos ser mais cuidadosos do que no momento. Não conhecemos a evolução da doença", disse Frederiksen. O reino escandinavo foi pouco afetado até o momento pela pandemia, quando comparado a muitos outros países europeus. A Dinamarca contabiliza 7.891 casos declarados e 370 mortes desde o final de fevereiro.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação