Mundo

Holanda anuncia reabertura por meio período das escolas primárias

Será a primeira medida de desconfinamento no setor da educação

Agência France-Presse
postado em 21/04/2020 14:57
Será a primeira medida de desconfinamento no setor da educaçãoHaia, Holanda - O governo holandês anunciou, nesta terça-feira (21), a reabertura a partir de 11 de maio das escolas do ensino fundamental, fechadas desde meados de março, na primeira medida de desconfinamento no setor da educação. Estes alunos poderão retomar suas aulas "em tempo parcial", declarou o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, em entrevista coletiva.

A Holanda, que optou pelo que Rutte definiu como "confinamento inteligente", segue os passos da Alemanha e alguns países escandinavos, que estão reabrindo as escolas gradualmente. "São análises difíceis, mas ter cautela é melhor do que lamentar", reconheceu o premier. O fechamento de restaurantes, cafés e prostíbulos se estender por mais três semanas, de 28 de abril a 19 de maio, explicou. Os ;coffee shops; que vendem maconha, fechados em março, foram autorizados a operar exclusivamente com entregas a domicílio.

[SAIBAMAIS]A proibição de congregação de pessoas continuará em vigor até 1; de setembro, o que significa que a liga de futebol holandesa só será retomada a partir de então. Rutte explicou que o Executivo tomou a decisão de reabrir as escolas de ensino fundamental porque assessores do governo concluíram que as crianças menores são menos propensas a contrair e transmitir o coronavírus.

No entanto, os grupos por turma serão reduzidos à metade, o que significa que alunos vão assistir aulas em meio período, enquanto os maiores continuarão assistindo às aulas on-line, acrescentou o governo. As autoridades avaliam a possibilidade de os colégios de ensino médio reabrirem em 1; de junho.

As medidas para frear o coronavírus na Holanda são menos drásticas que as adotadas por Itália, Espanha e França e não exigem o confinamento da população, embora as autoridades holandesas peçam que se mantenha o distanciamento social. A Holanda reportou 3.916 falecidos por coronavírus e 34.134 casos confirmados. Rutte anunciou que as internações estão diminuindo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação