Mundo

Primeiro-ministro do Canadá está preocupado com a covid-19 em Montreal

Várias províncias do país norte-americano, incluindo Quebec, onde Montreal está localizada, estão se preparando para o fim do confinamento e a reativação gradual da economia

Agência France-Presse
postado em 09/05/2020 18:01
Várias províncias do país norte-americano, incluindo Quebec, onde Montreal está localizada, estão se preparando para o fim do confinamento e a reativação gradual da economiaMontreal, Canadá - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, pediu neste sábado (9) cautela durante o fim do confinamento para evitar um retrocesso na luta contra a covid-19, acrescentando que está "preocupado" com a situação em Montreal, o foco da pandemia naquele no país.

"Estou muito preocupado com os cidadãos de Montreal", disse Trudeau, que lembrou que é de Quebec e representante eleito de um distrito dessa cidade.

Várias províncias do país norte-americano, incluindo Quebec, onde Montreal está localizada, estão se preparando para o fim do confinamento e a reativação gradual da economia.

Nesse contexto, o primeiro-ministro destacou que os canadenses devem ser "muito cautelosos" para evitar que as restrições de mobilidade sejam reimpostas diante de uma nova onda de infecções.

"Nosso foco agora é reconhecer que ainda não estamos na fase de recuperação. Ainda não estamos na fase de reinicialização", afirmou o chefe de governo.

[SAIBAMAIS]"Ainda estamos na fase de emergência, onde as pessoas precisam obter o apoio necessário para manter o distanciamento social, ficar em casa, mesmo quando algumas regiões e cidades estão falando em reabrir", acrescentou Trudeau.

Quebec é a província do Canadá mais afetada pelo novo coronavírus, com mais da metade dos 67.000 casos e 4.700 mortes registradas no país. Montreal, o principal centro urbano dessa província, e sua área metropolitana foram duramente atingidos pelo vírus, principalmente em casas de repouso para idosos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação