Publicidade

Correio Braziliense

Homem ataca repórter em transmissão ao vivo e é preso nos Estados Unidos

O agressor segurou a repórter pelos ombros, a sacudiu e gritou uma obscenidade durante a transmissão ao vivo


postado em 26/05/2020 11:03

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
Um jovem de 20 anos foi preso após atacar uma repórter da emissora WGN-TV, nos Estados Unidos. O caso aconteceu no sábado (23/5), em Ilinóis, Chicago, e repercutiu nas redes sociais. Eric Farina foi preso após internautas iniciarem uma campanha para identificar o agressor.

Gaynor Hall apresentava o boletim meteorológico no programa de tevê por volta das 22h, quando Farina a agarrou pelos ombros, a sacudiu e gritou uma obscenidade.



A polícia da cidade prendeu Farina em casa, no domingo (24/5). Ele confessou a autoria do ataque e foi acusado formalmente de agressão e conduta desordeira. Poucas horas depois ele foi liberado após o pagamento de fiança no valor de US$ 2.500, cerca de R$ 13.400

A repórter Gaynor Hall relatou o caso nas redes sociais e agradeceu a ajuda dos internautas que colaboraram para identificar o agressor. "Ele violou meu espaço pessoal, me agarrou, me assustou. Graças a ajuda de vocês ele foi identificado e preso", escreveu Hall. "Muito obrigada a todos pelo apoio. Estou bem e agradeço a vocês mais do que imaginam", finalizou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade