Publicidade

Correio Braziliense

Madeleine está morta, diz promotor após alemão ser apontado como suspeito

Promotor que atua no caso disse que a investigação assumiu que a menina inglesa está morta; Homem de 43 anos condenado por pedofilia é o suspeito


postado em 04/06/2020 11:39 / atualizado em 04/06/2020 12:11

Madeleine McCann, aos 3 anos, desapareceu na Praia da Luz, em Portugal (foto: Handout/AFP)
Madeleine McCann, aos 3 anos, desapareceu na Praia da Luz, em Portugal (foto: Handout/AFP)
A menina inglesa Madeleine McCann, que tinha 3 anos quando desapareceu na Praia da Luz, em Portugal, em 2007, está morta. Foi o que afirmou o promotor alemão Hans Christian Wolters nesta quinta-feira (4/6). Um homem de 43 anos que não teve a identidade revelada está preso como suspeito do homicídio.

Mesmo sem evidência definitiva da morte de Madeleine, investigadores da polícia criminal alemã classificaram o caso como um "inquérito de assassinato". "Nós assumimos que a menina está morta", afirmou o promotor à frente do caso. 

Segundo a agência de notícias Reuteres, o homem preso tem nacionalidade alemã, é pedófilo e morou em Portugal entre os anos de 1995 e 2007. O suspeito foi condenado por abuso sexual de menores em outras ocasiões e é acusado por roubos em apartamentos e hotéis, além de tráfico de drogas.

A polícia acredita que ele estava na área onde a criança foi vista pela última vez, nas proximidades do Resort Algarve, na Praia da Luz, na noite de 3 de maio de 2007. A localização foi possível graças a uma ligação telefônica finalizada cerca de uma hora antes do horário registrado de desaparecimento da garota. Dois veículos utilizados pelo suspeito também estão sendo investigados. 

Madeleine McCann protagoniza um dos grandes mistérios policiais de Portugal, em um crime até hoje não solucionado. Às vésperas de seu aniversário de 4 anos, a garota dormia com os irmãos mais novos no quarto do hotel, enquanto os pais, Kate e Gerry McCann, jantavam num restaurante da região, quando teria sido raptada. Ela teria completado 17 anos no último dia 12 de maio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade