Mundo

»Para saber mais

postado em 18/06/2020 04:06
Uma semana de suspensão
Um estudo científico publicado no periódico The Lancet em 22 de maio apontava para a falta de eficácia da hidroxicloroquina no combate à covid-19, além do aumento do risco cardíaco e de mortalidade com o uso do medicamento. O trabalho, apresentando como a investigação com a maior amostra sobre o tema, sofreu uma avalanche de críticas da comunidade científica, boa parte delas voltada para a metodologia aplicada.
Assim que o estudo foi divulgado, a OMS decidiu suspender os testes com a hidroxicloroquina no projeto Solidarity para avaliar o risco de mortalidade da droga. Uma semana depois, liberou novamente a condução dos experimentos justificando que não havia diferença das taxas do tratamento com as de outras abordagens experimentais.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação