Mundo

Pesquisa: Biden está 14 pontos à frente de Trump na disputa à Casa Branca

O jornal The New York Times diz que Trump perde apoio devido a sua gestão da crise do coronavírus que atingiu consideravelmente a até então saudável economia americana

Agência France-Presse
postado em 24/06/2020 11:17
Essa combinação de fotos de arquivos mostra o presidente dos EUA, Donald Trump, falando com a mídia antes de sair da Casa Branca em Washington, DC, em 3 de março de 2020, e o candidato presidencial democrata e ex-vice-presidente Joe Biden em um relógio no Nevada Caucus festa em 22 de fevereiro de 2020, em Las Vegas, Nevada, durante os caucuses de Nevada.O candidato democrata Joe Biden está 14 pontos à frente do presidente republicano Donald Trump na disputa das eleições de novembro nos Estados Unidos, segundo uma pesquisa nacional divulgada nesta quarta-feira (24/6).

Em uma das piores pesquisas pré-eleitorais para Trump, Biden obteve 50% de apoio contra 36% de seu rival, de acordo com a pesquisa feita pelo jornal The New York Times e Sina College.

Outras pesquisas recentes mostravam em média 10 pontos percentuais de vantagem para Biden, ex-vice-presidente e candidato virtual da oposição democrata.

Biden possui uma vantagem confortável entre mulheres, afro-americanos e latinos, diz a nova pesquisa.

Também está quase empatado com Trump entre os eleitores homens, brancos e de meia idade ou idosos, cujo apoio permitiu ao candidato republicano vencer a eleição de 2016, segundo a pesquisa.

O Times diz que Trump perde apoio devido a sua gestão da crise do coronavírus que atingiu consideravelmente a até então saudável economia americana.

O presidente aparentemente também está pagando o preço por sua postura de "lei e ordem" diante das recentes manifestações contra o racismo e a violência policial.

A pesquisa mostra que o apoio de Trump caiu no segmento de brancos e universitários graduados, que tendem a votar nos republicanos.

O estudo foi realizado entre os dias 17 e 22 deste mês com 1.337 eleitores registrados. A ficha técnica não especifica a margem de erro.

Trump, no entanto, pode reduzir esses resultados. Na eleição de 2016, a democrata Hillary Clinton liderou as pesquisas ao longo da campanha e perdeu a eleição.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação