Mundo

Aeroporto de Frankfurt abre um centro de detecção rápida de coronavírus

O objetivo é evitar a quarentena dos passageiros que saírem ou chegarem ao principal aeroporto da Alemanha

Agência France-Presse
postado em 29/06/2020 10:36
Aeronaves da companhia aérea alemã Lufthansa no aeroporto de Frankfurt am Main, oeste da Alemanha.O aeroporto de Frankfurt abriu nesta segunda-feira (29/6) um centro de detecção rápida de coronavírus com o objetivo de evitar a quarentena dos passageiros, em meio à temporada de verão.

Os passageiros que saírem ou chegarem ao principal aeroporto da Alemanha poderão fazer um teste em uma área chamada Walk-In Test Center, informaram em um comunicado conjunto a empresa de biotecnologia Centogene, criadora do projeto, a companhia aérea Lufthansa e a operadora do aeroporto, Fraport.

O sistema deve ser mantido até julho de 2021. A capacidade atual é de 300 testes por hora.

Os testes custam 59 euros (US$ 66) para um resultado em seis horas ou 139 euros (US$ 156) para um resultado em três horas, indicou o porta-voz da Centogene à AFP.

O centro de testes está localizado fora da área de embarque, disse a mesma fonte.

Os países estão reabrindo cada vez mais suas fronteiras, mas exigem aos passageiros que chegam que se submetam a um teste pelo menos três dias antes.

Os resultados dos testes no aeroporto de Frankfurt estarão disponíveis em um servidor seguro e relacionado às passagens aéreas, afirmou o presidente da Centogene, Arndt Rolfs.

A Alemanha resistiu melhor do que muitos de seus vizinhos europeus à crise do coronavírus, em parte graças aos testes em grande escala.

No entanto, o país enfrenta agora novos surtos locais do vírus e há um debate sobre a necessidade de intensificar os testes.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação