Publicidade

Correio Braziliense

Taiwan cria voo 'fake' para passageiros matarem a saudade de viajar

Participantes da experiência cumprem todo o protocolo de segurança e embarcam em um avião. Mas aeronave não sai do chão


postado em 03/07/2020 17:12

(foto: Taipei Songshan Airport/Reprodução/CNN Travel)
(foto: Taipei Songshan Airport/Reprodução/CNN Travel)
Saudade de viajar, né, minha filha? Desde o começo da pandemia de covid-19, que obrigou grande parte da população mundial a ficar confinada em casa, viajantes têm sentido falta da sensação de ir a um aeroporto, passar por todos os procedimentos de segurança e, enfim, sentar em uma aeronave. Foi pensando nessas pessoas que um terminal de Taiwan decidiu oferecer uma experiência, digamos, um pouco diferente. Os passageiros seguem todos os trâmites de um embarque. Mas o avião não sai do chão.

A primeira "excursão" no Aeroporto Taipei Songshan, também conhecido como Aeroporto Internacional de Taipei, foi realizada na quinta-feira (2/7). De acordo com o portal CNN Travel, outras duas já estão agendadas para sábado (4/7) e terça-feira (7/7). Em cada uma, são recebidos 60 passageiros, escolhidos aleatoriamente entre 7 mil internautas que demonstraram interesse em participar da empreitada. 

"Além de permitir que os participantes passem por procedimentos de segurança, identificação e outros trâmites de imigração, eles realmente entram em um avião para experimentar a diversão de embarcar", disse, à CNN, Ting Hsu, que trabalha no departamento de planejamento do terminal.

Na aeronave — um A330 —, os passageiros recebiam informações sobre os cuidados das companhias aéreas para conter a propagação do novo coronavírus. A equipe da China Airlines foi a responsável pela conversa com o primeiro grupo. As outras duas ficarão a cargo da EVA Air. Não foram oferecidas refeições a bordo, mas os participantes puderam jantar em um dos restaurantes do aeroporto.

Além da oportunidade de voltar a sentir o gostinho de viajar, o grupo também foi o primeiro a conhecer as novas instalações do terminal, que passou por reformas em meio à pandemia. Vizinha à China (e parte da República chinesa para a maior parte dos países, incluindo o Brasil) — primeiro epicentro de covid-19 — a ilha de Taiwan fechou suas fronteiras em março. Segundo a CNN Travel, há um planejamento do Ministério das Relações Exteriores para uma reabertura gradual a partir do próximo dia 24.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade