Mundo

Motorista é agredido e morto após negar entrada de passageiros sem máscara

Um grupo tentou subir no ônibus no domingo (5/7) à noite sem pagar a passagem nem usar máscaras

Agência France-Presse
postado em 06/07/2020 10:19
 (foto: Reproduçaõ/Secretária de Turismo de Bayonne)
(foto: Reproduçaõ/Secretária de Turismo de Bayonne)

ônibusUm motorista de ônibus foi declarado em morte cerebral na França depois de ter sido agredido por pessoas que ele não permitiu que entrassem no veículo porque estavam sem máscaras. O uso desses equipamentos de segurança é obrigatório nos transportes públicos do país para evitar a propagação do novo coronavírus.

Um dos agressores foi detido e os demais estão foragidos, informou à AFP uma fonte policial da cidade de Bayonne (sudoeste), onde aconteceu a agressão.

O grupo tentou subir no ônibus no domingo (5/7) à noite sem pagar a passagem nem usar máscaras.

Quando o motorista, de 50 anos, tentou impedir a entrada do grupo, recebeu vários socos, que provocaram uma lesão grave na cabeça.

Ele foi levado inconsciente ao hospital e os médicos declararam a morte cerebral nesta segunda-feira (6/7).

Vários colegas de profissão da região paralisaram o serviço de ônibus nesta segunda-feira em protesto contra o ataque brutal.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação