Mundo

Assessor do diretor da agência espacial russa é preso por "traição"

A substância da questão não foi especificada

Agência France-Presse
postado em 07/07/2020 08:39
 (foto: Reprodução/Facebook)
(foto: Reprodução/Facebook)
Ivan SafronovMoscou, Rússia - Um conselheiro do diretor da agência espacial russa, a Roskosmos, foi detido por acusações de "traição" - anunciou a instituição nesta terça-feira (7), acrescentando que o caso não tem relação com suas funções no cargo.

De acordo com um comunicado da agência espacial, Ivan Safronov, assessor do diretor da Roskosmos, Dmitri Rogozine, foi detido "pelas autoridades investigadoras" no âmbito de um artigo que pune atos de traição.

A substância da questão não foi especificada. Antes de se tornar conselheiro na Roskosmos, Ivan Safronov trabalhou como jornalista especializado em assuntos militares e espaciais para os jornais russos "Vedomosti" e "Kommersant".

Em 2019, o "Kommersant" excluiu um de seus artigos, após acusações de divulgação de segredos de Estado.

[SAIBAMAIS]O artigo em questão dizia respeito às intenções da Rússia de entregar caças modernos ao Egito. Foi, então, aberto um processo administrativo por "abuso da liberdade de imprensa".

Safronov foi demitido do "Kommersant" em maio de 2019, juntamente com outro jornalista, após um artigo afirmando que a presidente da Câmara alta do Parlamento russo, Valentina Matvienko, uma personalidade influente e muito próxima de Vladimir Putin, poderia renunciar ao cargo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação