Mundo

Total de mortos devido ao novo coronavírus chega a 640.000 no mundo

Desde o início da pandemia, mais de 15.815.830 pessoas em 196 países, ou territórios, contraíram a doença

Agência France-Presse
postado em 25/07/2020 14:23
Teste covid-19Paris, França - A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 639.981 mortes em todo mundo desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou sua emergência na China em dezembro passado - conforme balanço feito pela AFP neste sábado (25) com base em fontes oficiais.

Desde o início da pandemia, mais de 15.815.830 pessoas em 196 países, ou territórios, contraíram a doença. Na última quinta e sexta-feiras, mais de 280.000 novos casos diários foram registrados no mundo, um número sem precedentes. Além disso, desde 1; de julho, mais de cinco milhões de infecções foram registradas, ou seja, mais de um terço do número total de infectados desde o início da pandemia.

Esse aumento vertiginoso de infecções preocupa as autoridades de saúde e já causou novas restrições de movimento e outras medidas de proteção, como o uso obrigatório da máscara, em vários países. Ressalta-se que o número de casos diagnosticados reflete, na verdade, apenas uma parte do total oficial, devido às diferentes políticas adotadas pelos governos para diagnosticar a doença.

Alguns consideram, por exemplo, apenas aqueles que precisam de internação e, em boa parte dos países mais pobres, a capacidade de realizar testes de diagnóstico é bastante limitada. Na sexta-feira, foram registradas 6.241 novas mortes e 282.042 infecções em todo mundo. Os países com mais óbitos, de acordo com os últimos balanços oficiais, são Estados Unidos, com 1.157, Brasil (1.156) e Índia (757).

Nos Estados Unidos, há 145.546 mortes por coronavírus e 4.112.651 infecções. As autoridades consideram que 1.261.624 pessoas foram completamente curadas da doença. Depois dos Estados Unidos, os países com mais mortes são Brasil, com 85.238 mortes e 2.343.366 casos; Reino Unido, com 45.677 mortes (297.914 casos); México, com 42.645 mortes (378.285 casos); e Itália, com 35.097 mortes (245.590 casos).

Proporcionalmente, a Bélgica tem a maior taxa de mortalidade, com 85 mortes a cada 100.000 habitantes, seguida por Reino Unido (67), Espanha (61), Itália (58) e Suécia (56). A China, sem levar em conta os territórios de Hong Kong e de Macau, acumula 83.784 pessoas infectadas, com 4.634 mortos e 78.889 completamente curadas.

[SAIBAMAIS]Desde o início da pandemia, a Europa totalizou 207.599 mortes (3.046.440 infecções); América Latina e Caribe, 179.692 (4.247.552); Estados Unidos e Canadá, 154.461 (4.225.857); Ásia, 56.099 (2.396.156); Oriente Médio, 24.872 (1.073.596); África, 17.084 (810.634); e Oceania, 174 (15.597).

Esse balanço foi feito com base em dados das autoridades nacionais compiladas pelas redações da AFP ao redor do mundo e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Devido a correções por parte das autoridades, ou à publicação tardia dos dados, o aumento dos números publicados nas últimas 24 horas pode não corresponder exatamente aos do dia anterior.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação