Mundo

Irã estimula passageiros de avião a processar EUA após incidente

O incidente representa o último episódio das fortes tensões entre Washington e Teerã

Agência France-Presse
postado em 25/07/2020 15:34
O incidente representa o último episódio das fortes tensões entre Washington e TeerãTeerã, Irã - Os passageiros de um avião comercial iraniano, que foi abordado perigosamente por dois caças americanos quando sobrevoavam a Síria, poderão registrar uma queixa contra os Estados Unidos por colocar em risco suas vidas, informou a Autoridade Judiciária Iraniana neste sábado.

De acordo com as autoridades da República Islâmica, dois caças norte-americanos abordaram o avião da companhia Mahan Air na rota Teerã-Beirute na quinta-feira, forçando o piloto a tomar medidas de emergência. Cinco passageiros ficaram feridos.

O comando central americano (Centcom), que supervisiona as operações dos EUA no Oriente Médio, disse que se tratou de uma "missão aérea de rotina" realizada "de acordo com os padrões internacionais" sobre a Síria, onde Washington mantém tropas.

[SAIBAMAIS]"Todos os passageiros do voo [...] poderão levar o comando terrorista do Exército americano e outras pessoas associadas aos tribunais iranianos", disse Ali Baqeri-Kani, vice-presidente de justiça. Ações legais também podem ser realizadas na Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO) e na Corte Internacional de Justiça (CIJ), acrescentou.

O incidente representa o último episódio das fortes tensões entre Washington e Teerã. O Irã declarou na sexta-feira que uma queixa contra os Estados Unidos havia sido apresentada à ICAO, acrescentando que planeja enviar uma carta de protesto ao Conselho de Segurança e ao secretário-geral da ONU.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação