Mundo

EUA oferece US$ 10 milhões pela detenção de quem interferir nas eleições

De acordo com o chefe da diplomacia, Isto se enquadra nos esforços do governo de Donald Trump por ''assegurar a nossa democracia''

Agência France-Presse
postado em 05/08/2020 18:02
De acordo com o chefe da diplomacia, Isto se enquadra nos esforços do governo de Donald Trump por ''assegurar a nossa democracia''O chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, anunciou nesta quarta-feira (5) que os Estados Unidos pagarão uma recompensa de US$ 10 milhões pela detenção de qualquer agente externo que interferir nas eleições presidenciais de 3 de novembro.

Os Estados Unidos "estão oferecendo uma recompensa de até 10 milhões de dólares por informação que leve à identificação ou localização de qualquer pessoa que aja sob a direção ou o controle de um governo estrangeiro que interfira nas eleições americanas", disse Pompeo na coletiva de imprensa.

Isto se enquadra nos esforços do governo de Donald Trump por "assegurar a nossa democracia", destacou.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação