Correio Braziliense

Colégio COC altera horário de entrada dos estudantes e prioriza qualidade na aprendizagem

A partir do ano que vem, o horário de entrada dos estudantes dos Ensinos Fundamental ll e Médio será às 8h15 na nova unidade do Sudoeste.


postado em 13/12/2019 18:29 / atualizado em 20/12/2019 14:06

Mudanças nos horários escolares ocorridas em países como Estados Unidos e Inglaterra influenciaram positivamente os desempenhos acadêmico e emocional dos estudantes.(foto: iStock)
Mudanças nos horários escolares ocorridas em países como Estados Unidos e Inglaterra influenciaram positivamente os desempenhos acadêmico e emocional dos estudantes. (foto: iStock)
 
A hora de acordar os filhos para irem à escola é um suplício para diversas famílias brasileiras. Frases como “só mais cinco minutos” e “deixa eu ficar em casa hoje?” já foram ouvidas por pais, mães e responsáveis que acordam os pequenos e adolescentes diariamente.

Considerando o estudo da Associação Brasileira do Sono – ABS, e já levando em conta as modificações estruturais propostas pelo Ministério da Educação por meio da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), a equipe do Colégio COC alterou o horário de entrada dos estudantes da unidade do Sudoeste. A partir de 2020, com a introdução do Ensino Médio 4.0, as aulas terão início às 8h15 e término às 16h05.

Para a servidora pública Vanessa Rodrigues Barbosa Siqueira, 42, mãe de Mariana Siqueira, 15, a chegada do COC by Pearson ao Sudoeste foi uma grata surpresa. “Decidimos trocar nossa filha de escola pela tradição do método de ensino, a proximidade de casa e o valor diferenciado da mensalidade”, explica. Segundo Vanessa, a filha foi quem sugeriu a nova unidade do COC. “Brinco dizendo que ela fez as escolhas e terá que arcar com as consequências, pois, com o horário diferenciado, ela terá que se dedicar mais aos estudos”.

“Estamos apostando muito no COC e, de coração, espero que minha filha seja feliz na nova escola. Não busco apenas aprovação em vestibular, e não acredito que seja necessário estressar as pessoas para que elas deem o seu melhor. Por isso, escolhi um lugar em que minha filha pudesse, de fato, ter uma educação que vai além das provas e que poderá torná-la uma pessoa melhor”, destaca Vanessa.
 
No Colégio COC Sudoeste os estudantes serão avaliados semanalmente, proporcionando um aprendizado de maneira gradual e constante.(foto: iStock)
No Colégio COC Sudoeste os estudantes serão avaliados semanalmente, proporcionando um aprendizado de maneira gradual e constante. (foto: iStock)
 
Além das mudanças nos horários de entrada e saída dos estudantes, outra grande novidade da escola é o Projeto Amigavelmente, que auxilia no desenvolvimento das competências socioemocionais.
 
“Tanto na nova unidade do Sudoeste quanto nas demais, a equipe do Colégio COC tem se dedicado a estudos sobre as temáticas apresentadas pela BNCC, como o protagonismo do estudante, a aprendizagem do estudante como foco do processo de ensino por meio da investigação, descoberta e resolução de problemas”, explica Wilma Salviano, diretora geral do COC.

E as inovações não param por aí. A partir de 2020, os estudantes do Ensino Fundamental ll não terão mais “semana de provas ao final do bimestre”; todos serão avaliados semanalmente – o que representa um novo conceito de estudo, em que a absorção do conteúdo se dá de maneira gradual e constante, não sendo mais cabível a “decoreba” de toda a matéria de várias disciplinas para um momento pontual de avaliação. 

Todos os estudantes também terão acesso aos conteúdos e exercícios via QR code – o que garante agilidade ao processo e permite o melhor acompanhamento da rotina escola pelas famílias.
 
Ver galeria . 19 Fotos Fachada do Colégio COC Sudoeste.
Fachada do Colégio COC Sudoeste. (foto: )
 
Sono é essencial!
 
Adolescentes têm mais dificuldades em antecipar os horários de dormir.(foto: iStock)
Adolescentes têm mais dificuldades em antecipar os horários de dormir. (foto: iStock)
 
Pais e mães já pararam para pensar nessa benéfica mudança na rotina de seus filhos? Segundo dados da Associação Brasileira do Sono (ABS), os horários escolares da maioria das escolas brasileiras são inadequados e causam restrição de sono aos estudantes, com consequências negativas para a regulação emocional e desempenho acadêmico.

De acordo com um levantamento feito pela ABS, foram destacados alguns itens importantes a serem considerados sobre a relação do sono com um desenvolvimento saudável:

- O sono é essencial para a aprendizagem;
- Adolescentes entre 13 e 17 anos necessitam de 8 a 10h diárias de sono;
- Adolescentes têm mais dificuldades em antecipar os horários de dormir e acordar para se adaptarem aos horários escolares matutinos, principalmente os que iniciam antes das 8h;
- Mudanças nos horários escolares ocorridas em países como Estados Unidos e Inglaterra influenciaram positivamente os desempenhos acadêmico e emocional dos estudantes.

Quer saber mais?
Visite nossa sala de matrículas na CLSW 101 Bloco C Loja 44 - Sudoeste
Contatos: 30818318 / 974024413

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade