Correio Braziliense

Quer mudar o visual sem sair de casa? Veja dicas para usar tinturas e tonalizantes

Pintar o cabelo em casa pode ser mais econômico, prático e até divertido, mas é preciso ter muita atenção para evitar maiores problemas e não comprometer a saúde dos fios


postado em 25/04/2019 10:15 / atualizado em 29/04/2019 09:56

Elaine Bruno tem 35 anos. É administradora e digital influencer. Há pouco mais de 13 anos ela mesma pinta os cabelos e, desde 2010, assumiu o ruivo como parte de sua identidade. Para ela, não existe outra imagem no espelho que a defina melhor. A maquiadora Pri Oliver, de 33 anos, também se identifica com os tons acobreados para suas madeixas, pois assim, entre vários outros motivos, se sente muito mais poderosa. 
 
 
Pri Oliver e Elaine Bruno são fãs das tinturas acobreadas(foto: Gilberto Evangelista)
Pri Oliver e Elaine Bruno são fãs das tinturas acobreadas (foto: Gilberto Evangelista)
 
 
Ambas são amigas confidentes, trocam conhecimentos e juntas se aventuram em busca de novas descobertas no mundo da tintura. Afinal, segundo elas, além de ficar muito mais em conta, se divertem à beça, enquanto fortalecem os laços de amizade.

Claro que, no percurso do mundo das tinturas e tonalizantes, as moças nem sempre acertaram, principalmente no começo da trajetória. "Antes, eu passava a tinta no cabelo todo de uma vez só e deixava agir. Hoje, eu já não cometo esses erros básicos. Começo da raiz para depois puxar para o resto do comprimento, sempre com o cabelo todo umedecido para distribuir melhor o produto e não correr o risco de manchar", ensina Elaine. 

"No meu caso, eu busquei inicialmente ajuda na internet. Assisti tutoriais em blogs de ruivas e de cabeleireiros especialistas nesse tom para alcançar o meu objetivo", explica Pri. "Salão pra mim é uma fortuna, principalmente para ainda correr o risco de não gostar do resultado", completa.

As amigas defendem os mesmos argumentos para pintar os cabelos elas mesmas. Além da economia, acham muito mais fácil, prático e rápido pintar em casa sem ter a necessidade de marcar um horário e comparecer obrigatoriamente ao salão. E ainda tem o lado da diversão, uma vez que é superinteressante brincar com os tons. "Eu estou sempre aberta a experimentar novidades, mas desde que sejam dentro do laranja claro até o mais escuro", ressalta a digital influencer. "Mesmo porque é bem mais seguro fazer grandes mudanças com o suporte de um profissional de confiança", completa. "Meu conselho para quem nunca pintou o cabelo é 'se joga, mas se joga com cuidado', pois se num salão pode dar errado, imagina você sozinha em casa sem nenhum conhecimento prático ou técnico", argumenta a maquiadora.

Não deixe a brincadeira virar um desastre


Se Elaine e Priscila hoje se sentem à vontade para pintar o sete nos seus cabelos, como diz o ditado popular, elas só o fazem tão despreocupadamente porque estão há anos se aventurando no mundo das tinturas e dos tonalizantes. Mas você que está lendo esta matéria neste instante e nunca teve coragem de se arriscar nessa seara pode estar se perguntando: “Será que eu teria coragem de fazer a mesma coisa que essas garotas?”. 
 
A resposta imediata é que isso não é uma questão apenas de coragem, mas de respeito a algumas regras básicas para que a brincadeira não acabe em um enorme desastre. E as primeiras dicas de segurança que o cabeleireiro e colorimetrista Abraão Leite do salão Desiderata oferece são: "Passe um creme hidratante para não manchar a pele em volta do couro cabeludo e depois divida o cabelo em quatro partes iguais, duas na frente e duas atrás". 
 
 
(foto: Gilberto Evangelista)
(foto: Gilberto Evangelista)
 
Independentemente se a pessoa for retocar ou fazer a primeira química da sua vida, "isso vai ajudar a organizar todo o processo de pintura e, em ambos os casos, a aplicação do produto deve ser de trás para frente e sempre a partir da raiz para depois ir espalhando pelo comprimento dos fios", ensina Abraão.

Mas se você estiver sozinha e não puder contar com a ajuda de ninguém para aplicar o produto, "o ideal é usar dois espelhos para se beneficiar do reflexo da sua imagem", aconselha o cabeleireiro. "A segunda dica de ouro é, antes de espalhar o produto ao longo dos fios, borrifar levemente um pouco d’água em toda a cabeça para umedecer o cabelo e ajudar na distribuição da tinta ou do tonalizante, evitando assim de manchar no final", reforça o procedimento que Elaine Bruno já adota. 

Agora, se a ideia for mudar o tom do cabelo, a maioria dos profissionais não indica a tinta para realizar tal tarefa, mas sim o tonalizante, uma vez que ele agride menos o cabelo do que a primeira opção, que é ideal para quem tem uma quantidade maior de fios brancos e procura um resultado mais efetivo e que demande menos retoques. 

"Procure começar com mudanças menos radicais. Vá escurecendo aos poucos ou clareando aos poucos, pois tentar deixar de ser morena para virar loira da noite para o dia sozinha em casa pode acabar num resultado insatisfatório, comprometendo a saúde do seu cabelo", alerta Abraão.

O cabeleireiro está correto, pois os acidentes podem acontecer pelo simples fato da falta de prática ou de conhecimento de como usar os produtos corretamente. "É muito importante fazer o teste de sensibilidade, que é a aplicação de uma pequena quantidade da coloração ou de tonalizante atrás da orelha ou nuca e aguardar 48hrs observando se haverá coceira ou irritação", enfatiza a gerente de Marketing da empresa Magic Color, Ana Paula Terra. "Não deixe de usar luvas para não manchar as mãos e, principalmente, obedeça ao tempo de ação indicado na caixinha", completa.

Outra situação importante é ficar alerta se o cabelo apresenta sinais de pontas duplas, frizz ou elasticidade, pois nesses casos a saúde do fio pode estar comprometida. Isso se resolve adotando um cronograma preventivo de tratamento capilar de hidratação, umectação e nutrição com bons produtos. “Dê preferência a shampoo sem sal, pois auxilia na durabilidade da cor e saúde dos fios e evite shampoos antirresíduos, assim como o uso excessivo de chapinha e secador, pois acelera o processo de desbotamento”, sugere Ana Paula.

Por fim, não fique muito animada querendo pintar os cabelos a cada semana. Respeite a recomendação do fabricante, se são vinte dias de intervalo, são vinte dias e pronto. Vale a pena ainda apostar em marcas com qualidade reconhecida para garantir um resultado mais próximo do desejado. 
 
(foto: Divulgação Magic Color)
(foto: Divulgação Magic Color)
“Nossas linhas possuem oxidantes com blend exclusivo de 10 óleos, ou seja, elas já possuem ação intensa de condicionamento e preservação máxima da estrutura dos fios já na aplicação da coloração ou do tonalizante”, relembra a gerente de marketing da Magic Color. “Os kits para uso doméstico, por exemplo, vêm acompanhados de um sachê da máscara SOS Tratamento Vegano Pós-Coloração, que possui uma fórmula exclusiva para deixar a cor mais vibrante por um longo prazo, devolvendo a maciez e o efeito natural aos fios” conclui.

Conheça a Magic Color


Desde a sua criação em 2010, a Magic Color inovou e revolucionou o mercado de cosméticos para cabelos ao criar o primeiro matizador existente no Brasil, eficaz no desamarelamento dos cabelos loiros descoloridos. Esse foi o motivo para a empresa conquistar rapidamente o mercado brasileiro, incentivando-a a ampliar e sempre melhorar sua linha de produtos. Hoje é considerada uma referência no país com seus produtos originais e de alta qualidade, possui Sede própria em Brasília e conta com uma filial em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, além de exportar atualmente para Chile, Paraguai, Japão, Rússia e Espanha. 

Com uma grande gama de produtos voltados para o público profissional (salões de beleza), a Magic Color trabalha somente com matéria-prima de eficácia incomparável, e vem sendo reconhecida por entregar às mulheres qualidade e resultados sensacionais, proporcionando cabelos macios, hidratados, brilhosos e cheios de encanto. Agora a marca está lançando uma linha de coloração para o público que aplica em casa e que, com certeza será mais um grande sucesso.


50 Tons de Cores


A linha de coloração Magic Color conta com 52 produtos. São 26 tonalizantes (Brilho Color) e 26 cores de coloração permanente (Imperial Color). 
 
Características Brilho Color: 
- Sem amônia 
- Maior durabilidade 
- Ação super condicionante 
- Contém sachê Máscara de Tratamento Vegano (SOS Pós-Coloração): fórmula enriquecida com óleos de monoi de Tahiti, amêndoa, murumuru, extratos de tília e damasco, que agem profundamente nas camadas promovendo reconstrução, hidratação, realinhamento das cutículas, toque maleável dos fios e brilho radiante. 

Características Imperial Color: 
- Excelente cobertura dos fios brancos 
- Ação super condicionante 
- Maior durabilidade 
- Contém sachê Máscara de Tratamento Vegano (SOS Pós-Coloração): uma fórmula enriquecida com óleos de monoi de Tahiti, amêndoa, murumuru, extratos de tília e damasco, que agem profundamente nas camadas promovendo reconstrução, hidratação, realinhamento das cutículas, toque maleável dos fios e brilho radiante.

Ver galeria . 12 Fotos Pri Oliver e Elaine Bruno
Pri Oliver e Elaine Bruno (foto: )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação