Publicidade

Correio Braziliense

Paulinho entrega defesa à Corregedoria da Câmara

 


postado em 14/05/2008 13:22 / atualizado em 14/05/2008 13:38

O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) entregou nesta quarta-feira (14/05) sua defesa à Corregedoria da Câmara. Ele é acusado de supostamente participar de um esquema de desvio de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na defesa de 11 páginas, o deputado federal, conhecido por Paulinho da Força Sindical, enfatiza inocência e diz estar sendo alvo de "perseguição política". Para ele, a conclusão de sua suposta participação em irregularidades é baseada em conjecturas e interpretações subjetivas de diálogos telefônicos interceptados pela Polícia Federal. Na Operação Santa Tereza, da PF, o nome Paulinho é citado em diversos momentos em diálogos telefônicos como um dos participantes do esquema de desvio. Para a Polícia Federal, Paulinho seria justamente o deputado do PDT de São Paulo. E teria recebido dinheiro de integrantes da quadrilha desbaratada pela PF. Após receber a denúncia, o corregedor da Câmara, Inocêncio Oliveira (PR-PE), analisa a defesa de Paulinho e caberá a ele decidir sobre a instalação de uma comissão de sindicância ou encaminhar o processo direto para o Conselho de Ética.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade