Publicidade

Correio Braziliense

Primeira-dama Marisa Letícia tem seu dia de política no Rio

 


postado em 19/05/2008 14:55 / atualizado em 19/05/2008 16:11

Primeira-dama participa de evento no Rio de Janeiro(foto: Marcello Casal JR/ABr)
Primeira-dama participa de evento no Rio de Janeiro (foto: Marcello Casal JR/ABr)
A primeira-dama, Marisa Letícia Lula da Silva, teve seu dia de política, em sua primeira viagem solo sem o marido-presidente em seis anos de governo Lula, onde recebeu buquê de flores, abraçou crianças de um grupo de teatro e, de forma igualmente inédita, deu uma mini-coletiva onde chamou de "um horror" o drama da exploração sexual de crianças no país. "Dona" Marisa viajou ao Rio para lançar, como presidente de honra, o III Congresso Mundial de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que acontecerá de 25 a 28 de novembro no Rio. O tema será "Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e a sua Proteção contra a Exploração Sexual". Ela assistiu a toda a cerimônia, realizada no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, zona Sul do Rio, e depois, a pedido dos jornalistas, respondeu a três perguntas. "Como mãe, avó, primeira-dama, aceitei o convite, vou participar junto e vamos ir para o Congresso. Temos que melhorar a situação da criança e do adolescente", defendeu. Questionada sobre sua posição em relação à exploração sexual de jovens e adolescentes, a primeira-dama foi enfática: "É um horror, tem que mudar. Temos que começar a levar isso para dentro de nossos trabalhos para discutir, levar para a população nos ajudar, e vocês também da mídia", concluiu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade