Publicidade

Correio Braziliense

Delegados da equipe de Protógenes voltam ao caso Dantas

 


postado em 17/07/2008 21:19 / atualizado em 17/07/2008 21:51

Uma longa reunião, na sede da Polícia Federal em São Paulo, reconduziu à missão Satiagraha os delegados Carlos Eduardo Pelegrini Magro e Karina Murakami Souza. Os dois integram a equipe de Protógenes Queiroz , comandante da investigação que levou o banqueiro Daniel Dantas para a prisão. O apelo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva não foi suficiente para trazer o delegado Protóegenes ao comando do inquérito da Operação Satiagraha. Em entrevista no Planalto na quarta-feira, Lula classificou de "insinuações" e "mentiras" versões de que o afastamento de Protógenes, anunciado na terça-feira, teve razões políticas. "Já falei com o ministro Tarso Genro para conversar com a Polícia Federal porque esse delegado tem que ficar no caso", disse o presidente. "Moralmente, esse cidadão tem de ficar no caso até terminar esse relatório e entregar ao Ministério Público, a não ser que ele não queira", afirmou. Eles haviam decidido se afastar do caso diante da forte pressão da cúpula da instituição, que os puniu com o rótulo da insubordinação - o comando da PF alegou, inicialmente, que o grupo de Protógenes teria se recusado a fornecer detalhes da grande operação, inclusive se negando a revelar os nomes dos alvos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade