Publicidade

Correio Braziliense

Chinaglia critica MP da Pesca

 


postado em 05/08/2008 13:11 / atualizado em 05/08/2008 13:13

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), criticou nesta terça-feira a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de editar medida provisória para criar o Ministério da Pesca. A MP tensiona ainda mais o clima na Casa que vive dificuldades para limpar a pauta de votação. "É muito difícil explicar a urgência de transformar uma secretaria em ministério depois de seis anos", afirmou o Chinaglia, referindo-se à Secretaria da Pesca, criada em 2003. O petista disse que, consultado sobre a possibilidade de o governo encaminhar uma MP sobre o tema, manifestou contrariedade. Mas, segundo ele, não foi essa a mensagem que chegou ao presidente Lula. "Houve algum ruído dentro do governo porque não foi isso que o presidente ouviu", disse. Após reunião do colégio de líderes, Chinaglia afirmou que as dificuldades impostas pelo DEM para limpar a pauta da Casa inviabilizam, por enquanto, firmar acordo sobre os trabalhos durante o recesso branco em comum acordo com o presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN). Os democratas entraram em obstrução por não concordarem com o texto da medida provisória que renegocia a dívida agrícola.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade