Publicidade

Correio Braziliense

Marta evita excesso de confiança por estar na preferência do eleitorado

 


postado em 16/08/2008 18:33 / atualizado em 16/08/2008 18:40

A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) evitou neste sábado (16/08) a manifestar excesso de confiança diante da pesquisa eleitoral Ibope/Estado, que aponta o crescimento de sua candidatura na preferência dos eleitores. "Temos que continuar trabalhando, levando nossas propostas à população, esperando que acredite nelas", afirmou. "Nossas propostas são as que têm mais condições e possibilidades de fazer desta cidade uma cidade de qualidade para todos." A pesquisa mostrou a candidata com 41% das preferências. Em segundo lugar, apareceu o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) com 26% das intenções. O ex-prefeito Paulo Maluf (PP) registrou 9%, o prefeito Gilberto Kassab (DEM), candidato à reeleição, registrou 8%, Soninha Francine (PPS) registrou 2% e Ivan Valente (PSOL) 1%. Os outros candidatos não tiveram pontuação. Na pesquisa anterior, divulgada no dia 19 de julho, Marta e Alckmin apareceram tecnicamente empatados, com 34% e 31%, respectivamente, levando em conta a margem de erro. Nessa mesma mostra, Kassab registrou 10%, Maluf 9%, Soninha 2% e Ciro Moura 1%. O total de votos em branco ou nulo ficou em 8% e não sabe ou não opinou 4%. A ex-prefeita também deu a entender que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cuja imagem tem sido permanentemente usada na sua campanha, poderá envolver-se de forma ainda mais direta na disputa eleitoral para a Prefeitura de São Paulo. Ao responder a uma pergunta sobre a eventual presença de Lula no trabalho de busca de votos, caso ela continue a crescer nas pesquisas, com possibilidades de vencer a eleição no primeiro turno, disse: "O presidente entrará na campanha na hora em que acharmos conveniente." A ex-prefeita visitou, no final da manhã, lojas no centro comercial do Brás, na zona leste da cidade. Depois de conversar com eleitores, subiu na carroceria de uma picape da campanha e fez um rápido discurso. Disse que em suas andanças pela cidade uma das queixas mais comuns dos cidadãos tem sido sobre o sistema de atendimento médico da cidade. O assunto deverá ser uma prioridades em suas aparições na TV, a partir de terça-feira. Marta também disse, em entrevista coletiva, que pretende construir um terminal de ônibus no Brás e revitalizar as principais ruas comerciais da região. Em relação aos camelôs, que perderam alguns de seus principais pontos de concentração na região, a candidata petista prometeu diálogo e respeito no tratamento da questão. "Onde pode se instalar, o camelô vai se instalar, cadastrado e regularizado. E onde não pode, não pode", disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade