Politica

Conheça as principais formas de escuta e como evitá-las

;

postado em 02/09/2008 08:48
Ambiental
- Pequenos microfones ou gravadores são instalados no ambiente freqüentado pela pessoa que está sendo monitorada. As conversas são captadas dentro ou fora do local, por meio de uma maleta dotada de rádio-freqüência

Telefônica
- São as mais comuns praticadas por criminosos. A escuta pode ser feita oficialmente, por meio de grandes aparelhos utilizados pelas polícias Federal (usa o Guardião, de tecnologia nacional) e Civil (utiliza o Converse, de fabricação israelense). Além disso, utiliza-se a mesma maleta dos grampos ambientais. Basta apenas digitar o número do aparelho desejado. Para números fixos a escuta é colocada nas centrais telefônicas, enquanto que nos celulares é por meio de antenas

Outros meios
- Os grampos não se restringem aos aparelhos telefônicos, mas também podem chegar às mensagens eletrônicas. O meio mais recente descoberto pela Polícia Federal foi o uso de laser para captar conversas

Como evitar
Rastreamento

- Os especialistas em segurança recomendam checagens periódicas em ambientes onde existem as suspeitas de grampos. Principalmente em órgãos públicos. Podem ser feitas com aparelhos que detectam a emissão de rádio-freqüência

Checagem por empresas
- O usuário de telefone celular, principalmente os institucionais, deve pedir periodicamente às empresas de telefonia uma checagem no aparelho. Há casos em que não há escutas, mas clonagem de números

Comunicar à polícia
- Quando identificar uma possível escuta clandestina, a pessoa deve comunicar o fato às autoridades policiais imediatamente

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação