Publicidade

Correio Braziliense

População de Salvador poderá acompanhar apuração em telão no Farol da Barra

 


postado em 03/10/2008 16:57 / atualizado em 03/10/2008 16:57

Um dos mais famosos cartões postais de Salvador, o Farol da Barra, receberá um telão para que a população possa acompanhar em tempo real a totalização dos números da eleição na capital. Além do Museu Náutico que funciona no Farol, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) também colocará telões no Largo do Santana, no bairro Rio Vermelho, área boêmia da cidade, e ainda no Jardim dos Namorados, localizado na Pituba, na orla de Salvador. A proposta, de acordo com o TRE-BA, é permitir que as pessoas não precisem ficar em casa acompanhando as apurações pela internet ou pela televisão. Para as eleições municipais no quarto maior colégio eleitoral do país, 130 mil pessoas estão envolvidas na estrutura e organização. São mesários, contratados e voluntários, técnicos em informática, motoristas, eletricistas, oficiais de justiça, juízes e promotores eleitorais, servidores do TRE-BA e ainda servidores requisitados de outros órgãos públicos. O custo total das eleições em todos os municípios do estado é de R$ 12,7 milhões. Nesse ano, um grande número de pessoas aderiu ao projeto Mesário Voluntário, que contratou mesários para trabalhar de forma espontânea no dia da votação. A adesão ao projeto aumentou com a veiculação de uma campanha na qual artistas locais, também de forma voluntária, chamaram a população a participar. Dos 122 mil mesários que trabalharão em todo estado, no próximo domingo (5), quase 15 mil são voluntários. A campanha foi voltada para atrair estudantes universitários, secundaristas e servidores públicos. As inscrições para participar do projeto puderam ser feitas pela internet, no próprio site do TRE-BA. Esses mesários não recebem remuneração em dinheiro, mas uma série de vantagens: o estudante poderá usar esse período como estágio e o tempo de folga no trabalho é contado em dobro. A participação como mesário voluntário também contará como critério de desempate em disputas de títulos no caso de concurso público e para promoções no serviço público. Para isso, o tribunal firmou convênios com empresas públicas, universidades e centros de ensino. Na capital baiana são 1.747.280 eleitores e o eleitorado dos municípios do interior somam 7.406.423, o que totaliza 9.153.703 eleitores em toda Bahia. Na capital funcionam 4.263 sessões eleitorais distribuídas em 603 locais de votação. Em todo estado da Bahia são 31.757 sessões eleitorais. Em Salvador, a Justiça Eleitoral também instalou em todos os locais de votação sessões destinadas a deficientes físicos. No entanto, essas sessões só poderão ser utilizadas por pessoas que informaram o tipo de necessidade especial até o dia 7 de maio deste ano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade