Politica

Presidente da Câmara Legislativa arquiva proposta para reeleição da Mesa

;

postado em 21/10/2008 19:52
A discussão sobre a emenda que permite a reeleição dos atuais integrantes da Mesa Diretora da Câmara Legislativa - um ponto polêmico que cercava a escolha do novo presidente - será deixada de lado pelos deputados distritais. O atual presidente da Casa, Alírio Neto (PPS), anunciou nesta terça-feira (21/10) a intenção de pedir o arquivamento da proposta. Para tanto, o distrital já começou a reunir as nove assinaturas necessárias para o requerimento, que deve ser apresentado na sessão desta quarta-feira. Segundo Alírio, entre os motivos que o levaram a voltar atrás e propor o arquivamento da emenda estão o fato de ter dúvidas quanto ao seu interesse em continuar na presidência da Casa e a divisão que a questão poderia provocar na base aliada. "Além disso, existem matérias muito mais importantes, como a votação do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT), que seria a marca de minha gestão", ressaltou. Agora, os esforços se concentram nas candidaturas e organizações de apoio para a escolha do novo presidente da Casa. Pelo regimento da Câmara Legislativa, a eleição da nova Mesa deve ser realizada no último dia útil da primeira quinzena de dezembro. Faltando menos de dois meses para a escolha, a movimentação dos distritais licenciados já começou. Os seis titulares que ocupam cargos executivos no governo devem voltar à Casa até a próxima semana, informou o atual secretário de Esporte, Aguinaldo de Jesus (PRB) - o primeiro a anunciar seu retorno. "A intenção é participar dos processos de final de ano, votações importantes como PDOT e o orçamento de 2009. Eu pretendo continuar acompanhando projetos de esportes e também me candidatar à presidência da Casa", explicou Aguinaldo. O pedido para que colocasse seu nome à disposição para presidência, segundo ele, teria partido do governador José Roberto Arruda (DEM). O distrital, no entanto, deixa claro seu objetivo: "Não sendo eleito presidente, volto para a Secretaria". Entre os nomes que estão no executivo e devem retornar à Câmara Legislativa está a secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Eliana Pedrosa (DEM) e o secretário de Habitação Paulo Roriz (DEM).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação