Politica

Lula critica briga no STF, mas diz que não representa "crise institucional´

;

postado em 23/04/2009 16:00
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira em Buenos Aires que a troca de ofensas entre o atual presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, e o ministro Joaquim Barbosa ontem no plenário do tribunal não representa uma "crise institucional". No entanto, ele criticou a discussão na frente da imprensa. "Esse tipo de briga, assistida por toda a sociedade brasileira, ajuda a sociedade, a democracia, muito bem. Mas eu creio que, quando nós temos determinadas funções, é importante que a gente diga tudo o que quiser nos autos do processo e que não se fique dizendo pela imprensa", disse Lula após encontro com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner. O mal estar ontem no plenário do STF teve início depois que Mendes, ao proclamar o resultado de um julgamento, fez críticas à visão apresentada por Barbosa sobre o caso. O ministro reagiu cobrando respeito do presidente da Corte. Para o presidente brasileiro, dois homens se divergirem e se desentenderem é natural, como no futebol. "Se fosse assim, não existiria mais futebol porque sempre tem briga.".

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação