Publicidade

Correio Braziliense

Sarney e mais três senadores recebem auxílio-moradia irregularmente

 


postado em 28/05/2009 10:40 / atualizado em 28/05/2009 10:43

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e mais três parlamentares --João Pedro (PT-AM), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Gilberto Gollner (DEM-MT)-- receberam irregularmente o auxílio-moradia mensal de R$ 3.800, revela reportagem de Adriano Ceolin e Andreza Matais, publicada nesta quinta-feira (28/5) no jornal Folha de S.Paulo. Sarney mora em imóvel próprio, mesmo tendo à disposição a residência oficial e fazendo uso dela. João Pedro, Lucena e Gollner moram em apartamentos funcionais cedidos pelo Senado. A reportagem diz que todos eles informaram que pediram o cancelamento do benefício após serem contatados pela Folha. O jornal revelou anteontem que o Senado pagava ilegalmente auxílio-moradia para 42 senadores. O ato que regulamentava o benefício foi revogado em dezembro de 2002. Mesmo que o ato estivesse em vigor, o pagamento estaria irregular. É que o somente os senadores sem imóvel funcional podem receber o auxílio-moradia. Outro lado A assessoria de Sarney informou que ele não tinha conhecimento do pagamento. Lucena e João Pedro também disseram que não sabiam que tinham o benefício e que iriam devolver os valores recebidos. Gollner, que se disse surpreso, disse à Folha que vai devolver o dinheiro se esse for o entendimento do Senado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade