Publicidade

Correio Braziliense SÃO PAULO

Ex-secretário indiciado pelo MP


postado em 28/08/2009 22:55

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado de São Paulo (Gaeco), ligado ao Ministério Público, denunciou na tarde desta sexta (28/8) o ex-secretário de Administração de Sorocaba, no interior de São Paulo, pelos crimes de atentado violento ao pudor e por submeter à prostituição crianças e adolescentes menores de 18 anos.

Se condenado, ele pode pegar até 30 anos de prisão. Segundo a polícia, o suspeito foi preso em flagrante no dia 15 em um motel da cidade, a 99 km da capital paulista, com outras três adolescentes, uma de 15 anos e duas de 14 anos.

Aos policiais, elas contaram que receberiam R$ 100 para manter relações sexuais com o suspeito.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade